Powered by Rock Convert

O crédito pessoal é uma das alternativas que os bancos oferecem para quem precisa de dinheiro. Se for aprovado, você recebe o dinheiro na sua conta ou pode sacá-lo diretamente no caixa. Confira quais garantias são necessárias para obter empréstimo pessoal.

Está pensando em fazer a viagem dos seus sonhos ou quem sabe reformar sua casa? Pegar um empréstimo pode ser uma saída. Para reduzir os riscos da operação, os bancos solicitam garantias e você passa por uma análise de crédito que vai verificar se tem condições de pagar esse empréstimo.

Entenda como funciona a garantia de crédito

Os bancos ou instituições financeiras exigem dois tipos de garantias, que podem ser: Reais ou Pessoais (Fidejussórias).

As garantias Reais podem ser subdivididas em hipoteca, alienação fiduciária e penhor. As garantias Pessoais ou Fidejussórias são aval e fiança. Em média, as instituições financeiras solicitam algo em torno de 130% em garantias, sobre o valor do financiamento.

Os bancos classificam os riscos das operações, levando em conta quatro aspectos:

  • Risco de cliente: indica a capacidade de endividamento atual do cliente;
  • Risco do projeto: indica a capacidade projetada do cliente;
  • Risco da proposta: avalia o objetivo, finalidade, valor e prazo do crédito e sua adequação;
  • Ponderação das garantias: a qualidade (valor e liquidez) que as garantias possuem para efeito de execução.
O crédito pessoal é uma das alternativas que os bancos oferecem para quem precisa de dinheiro.

Dificuldades em atender as garantias

Se você é um micro-empreendedor que não tem avalista ou garantias reais e está encontrando dificuldades em atender as garantias exigidas pelas instituições financeiras, nesses casos, você pode usar mecanismos de garantia complementar, aumentando suas chances de aprovação dos pedidos de crédito.

Powered by Rock Convert

Como conseguir empréstimo pessoal?

Para entrar com o pedido de empréstimo é preciso comparecer a uma agência bancária ou financeira com os seguintes documentos:

  • Identificação oficial com foto e CPF
  • Comprovantes de renda
  • Comprovante de residência
  • Carteira de trabalho ou outro comprovante de vínculo empregatício (contrato de trabalho, contrato social da empresa, comprovante de MEI ou autônomo, etc).
  • Declaração do Imposto de Renda mais recente
  • Informações de crédito (geralmente obtidas pelo próprio banco ou instituição financeira)

Você não precisa ser correntista do banco para pedir o empréstimo, porém o banco exige a abertura de conta corrente, mas somente quando libera os recursos, para poder movimentar os valores pela conta do cliente. Mas você está desobrigado a comprar produtos do banco para receber o financiamento.

Lembre-se! Os empréstimos pessoais tendem a ter taxas de juros mais altas pois apresentam maior risco para o credor.

Crédito pessoal para negativado

Nem todos os bancos aceitam liberar crédito pessoal para negativado e quando liberam, pode sair muito caro. Normalmente, são as financeiras que emprestam o dinheiro para quem está negativo, desde que você consiga uma garantia de um terceiro, como um fiador, por exemplo, que esteja com o nome limpo.

Importante!

Antes de contratar uma operação de crédito, pesquise e compare as condições dos Bancos e financeiras e se planeje para saber se terá condições para honrar o empréstimo!

Quer saber outras propostas interessantes para aprimorar seus negócios? Não deixe de conferir as dicas do Juros Baixos!

Powered by Rock Convert

Comentários

Shares