SÃO PAULO – O Tesouro Direto, programa do governo federal de compra e venda de títulos públicos, opera sem
interrupções nesta terça-feira (12).

O Tesouro Prefixado , por exemplo, paga uma taxa de 8,79% ao ano, contra 8,90% a.a. na tarde da última segunda-feira (11). O investidor pode adquirir o título integralmente por R$ 609,89 ou aplicar uma quantia mínima de R$30,49 (recebendo uma rentabilidade proporcional).

Nos títulos prefixados o investidor sabe exatamente a rentabilidade que irá receber se mantiver o papel até a data de vencimento. Além disso, por terem rentabilidade predefinida, seu rendimento é nominal, ou seja, é necessário descontar a inação para obter o rendimento real da aplicação.

Considerado uma opção de investimento de baixo custo e segura do ponto de vista de risco de crédito (calote do emissor), o Tesouro Direto permite investimentos mínimos de R$ 30.

Além disso, os títulos possuem alta liquidez, visto que o Tesouro Nacional garante a compra antecipada dos papéis. Caso o investidor opte por vender os papéis antes da data de vencimento, porém, o valor estará sujeito às taxas do mercado no dia, podendo gerar ganhos – ou perdas – turbinados.

O investidor pode aplicar diretamente pelo site do Tesouro, se cadastrando primeiro no portal e abrindo a conta em uma corretora para intermediar as transações.

Confira abaixo, os preços e as taxas dos títulos oferecidos pelo Tesouro Direto hoje:

Fonte: InfoMoney

Escrever comentário

Shares