Powered by Rock Convert

O financiamento imobiliário é um dos recursos mais usados pelos brasileiros para conseguir comprar um imóvel. Mas muitas vezes, com o passar dos anos, os credores acabam optando pela portabilidade de financiamento.

Apesar de ainda ser pouco conhecida, a portabilidade de financiamento vem sendo cada vez mais solicitada. Afinal, quem é que gosta de pagar caro em taxas de juros?

Com as taxas de juros menores, essa opção se torna ainda mais atrativa para quem pretende reduzir a sua dúvida com o banco.

Veja a seguir porque essa opção tem sido tão procurada nos últimos meses.

  • O que é portabilidade de financiamento?
  • Quando vale a pena fazer?
  • Qual o melhor banco para a portabilidade?
  • Simulação
  • Dicas extras

O que é portabilidade de financiamento?

A portabilidade de financiamento nada mais é que a migração da dívida de um financiamento para outro banco, a fim de reduzir os juros.

Com o passar dos anos, é comum que os contratantes do financiamento percebam que as taxas podem estar desequilibradas e que o mercado oferece vantagens menores. Nesse momento, é possível procurar uma instituição que ofereça vantagens que reduzam a dívida.

A queda da taxa Selic, tornou o recurso mais procurado, pois nesse momento os bancos oferecem crédito a juros reduzido. A partir daí, basta avaliar e encontrar uma boa opção.

Quando vale a pena fazer?

Como citamos anteriormente, com o tempo, a dívida do financiamento imobiliário pode se tornar diferente das taxas praticadas no momento. Com isso, vale observar constantemente a dívida e encontrar oportunidades para reduzi-la.

Isso porque, essa redução da dívida é a principal vantagem de fazer a portabilidade de financiamento.

A boa notícia é que os bancos não podem impedir essa migração de contrato. Por isso, se você percebeu que as taxas de juros aplicadas no banco atual podem estar mais altas que em outras instituições, é hora de mudar.

Apesar de poder realizar a portabilidade quantas vezes quiser, por ser uma decisão importante e um tanto burocrática, a dica é pensar bastante antes de tomar essa decisão e contar com a ajuda de especialistas em imóveis.

Vale dizer que, antes de realizar a portabilidade é importante que você entenda a sua dívida. Para isso, você vai precisar de um extrato do Custo Efetivo Total (CET), que deve ser solicitado ao banco atual.

Powered by Rock Convert

Você também precisará de uma cópia do contrato atual, o saldo devedor atualizado e a data do último vencimento da operação. Com isso, você poderá avaliar os meses restantes, sem os juros incluídos.

Qual o melhor banco para a portabilidade?

A resposta para essa pergunta pode ser relativa de acordo com o momento e com o contrato.

As taxas de juros sofrem alterações constantemente, por isso, quando decidir fazer a portabilidade, é recomendado fazer uma proposta para cada banco. Assim, você consegue avaliar a melhor proposta naquele momento.

Um ponto que o contratante deve saber, é que o banco para o qual está migrando não pode pedir alterações nas condições do financiamento anterior.

Isso é, o número de parcelas, o tipo de amortização e outros detalhes continuarão iguais, só mudarão as taxas de juros.

Simulação

Para encontrar as opções disponíveis, é necessário simular em alguns dos principais bancos.

Com o saldo devedor em mãos, o extrato atualizado e algumas informações sobre o imóvel, você deve ir ao banco e fazer a solicitação de uma simulação. Normalmente, esse processo pode ser um pouco burocrático e demorado, já que cada instituição pede diferentes documentos.

Para otimizar essa etapa, hoje em dia há meios de simular em mais de um banco pela internet. Kzas, por exemplo, é uma plataforma que realiza essa simulação em 5 dos principais bancos, e encontra uma proposta em até 24 horas.

Dessa forma, você pode ter em mãos todas as propostas de uma só vez, para então decidir a que oferece os melhores recursos para o seu financiamento.

Dicas extras

Se você chegou até aqui, é porque está pesquisando sobre a portabilidade de financiamento e porque para você, economizar é algo importante.

Para te ajudar, não podemos deixar de falar algumas dicas também muito importantes antes de decidir pela portabilidade:

  • Avalie os principais bancos: cada banco pode oferecer uma taxa e uma condição diferente, por isso é preciso ser cauteloso na hora de fazer a escolha;
  • Se atente aos detalhes: alguns bancos podem oferecer taxas boas, mas cobram por seguros e outras tarifas. Assim, a portabilidade pode não valer a pena. Esteja atento!;
  • Faça um planejamento: agora que você pagará menos juros com a portabilidade, o que pretende fazer com esse dinheiro? Por que não amortecer a dívida, por exemplo?!
  • Conte com ajuda: muitas vezes, a portabilidade pode gerar dúvidas. Por isso, contar com especialistas em crédito imobiliário é sempre a melhor opção. Assim, você pode garantir queestá fazendo um bom negócio.

Encontre as melhores taxas para a sua portabilidade de financiamento imobiliário com Kzas Krédito!

Powered by Rock Convert

Comentários