Powered by Rock Convert

Eles são velhos conhecidos: qualquer produto no supermercado tem aquela etiqueta com uma combinação numérica, que pode ser passada em um leitor para revelar o preço. Mas engana-se quem pensa que os códigos de barra são uma exclusividade do comércio varejista ou dos boletos de cobrança.

Empreendedores de diversas áreas, como fabricantes, distribuidores de produtos e até transportadoras, também podem se beneficiar do uso dessa solução. Quer saber por que deve adotar código de barras na sua empresa? Continue de olho a seguir.

O que é o código de barras?

O código funciona como uma espécie de identidade para um produto. Por trás, ele carrega algum tipo de informação armazenada, que pode ser seu preço, lote, data de validade, entre outras características. Ao ser escaneado, esses dados são colocados à tona.

Em geral, o código segue um padrão, definido pelo índice GS1 (saiba mais aqui), que geralmente traz 13 números e barras. Como benefícios de seu uso, estão a automação de processos e mais eficiência, controle e confiabilidade para a empresa.

Powered by Rock Convert

Cada produto em um estabelecimento recebe um código próprio, mesmo versões diferentes de um mesmo produto. Seu emprego mais conhecido é o de precificação. Com uma simples etiqueta, é possível acessar informações diversas, incluindo o valor do item. Mas a utilização da etiqueta não para por aí.

Código de barras fora do comércio

A organização, controle, agilidade e precisão nas informações, proporcionados por essa solução, são algumas das vantagens que levam empresas de outros setores a adotarem o código de barras em suas rotinas. Veja a seguir suas principais formas de uso:

  • Classificação e registro de matéria-prima em ambiente fabril;
  • Identificação de itens na cadeia de suprimentos;
  • Rastreamento de lotes de mercadorias, ajudando na administração logística;
  • Identificação de entrada e saída de mercadorias em centros de distribuição;
  • Destaque para produtos que necessitam de cuidados especiais de armazenagem e manejo;
  • Classificação de itens por prazo de validade, contribuindo para o controle de estoques.

Como adotar o código de barras na minha empresa?

Percebeu como a tecnologia pode beneficiar outras áreas que não os estabelecimentos de varejo? Então, caso queira adotá-la na sua empresa, entre em contato com a GS1, organização responsável por controlar e padronizar os códigos de barra no Brasil e no mundo. Há um investimento envolvido na aquisição dessa solução. A taxa de inscrição custa em torno de R$450. Além disso, é preciso pagar uma espécie de anuidade, que varia conforme a sua ordem de faturamento. A inscrição pode ser feita no site http://www.gs1br.org/.

A impressão do código de barras é feita por meio de software próprio para etiqueta ou embalagem. O Cadastro Nacional de Produtos (CNP) também pode ser uma boa fonte para a obtenção dos códigos. A partir daí, você pode seguir com a impressão em impressora comum. A aquisição de leitores ópticos é outro caminho que pode ser necessário. Mas, no mercado, há opções para todos os orçamentos.

Como você pode notar, os benefícios com a implantação do código de barras contribuem para a gestão de qualquer empresa. Controle e rastreabilidade são as principais vantagens. E, com isso, você consegue concentrar energia em outros aspectos. Não deixe essa tecnologia de fora da sua empresa!

Powered by Rock Convert

Escrever comentário