Com o mês de junho chegando na reta final, os olhos dos investidores e analistas já estão voltados para as ações recomendadas para o mês de julho.

Acompanhe a seguir algumas indicações apresentadas pelos especialistas para o período.

Carteiras de ações

Em primeiro lugar, a Ágora Investimentos deu o pontapé inicial na série de publicações desse mês ao apresentar um portfólio com 10 recomendações.

Nesse sentido, a ação da companhia aérea Azul (AZUL4) se destacou por ser a mais nova indicação da corretora. Na visão dos analistas, o avanço na agenda de vacinações melhora a situação do setor aéreo, beneficiando as ações da empresa.

Ao mesmo tempo, a possibilidade de fusão com a Latam também é vista como um fator positivo na visão dos analistas.

Além da Azul (AZUL4), a corretora também recomendou para o mês: B3 (B3SA3), C&A (CEAB3), Cesp (CESP6), Itaúsa (ITSA4) Petrobras (PETR4), Suzano (SUZB3), Usiminas (USIM5), Vale (VALE3) e WEG (WEGE3). Para saber mais detalhes, acesse aqui.

Carteira de Dividendos

No caso da carteira com foco em dividendos, também foi a corretora Ágora se adiantou e apresentou a visão e indicações dos seus analistas para o mês.

A princípio, um novo assunto se tornou prioridade no acompanhamento dos analistas: a Reforma Tributária. Em síntese, o Ministério de Economia incluiu uma proposta para mudanças na tributação sobre os dividendos. Devido a isso, alguns impactos relevantes são esperados nesse tipo de estratégia de investimento, mas não a curto prazo.

Por outro lado, os analistas esperam mais volatilidade das ações enquanto a proposta avança no Congresso. Em suma, a Ágora recomendou para julho: Itaúsa (ITSA4), Ecorodovias (ECOR3), Taesa (TAEE11), B3 (B3SA3) e Vale (VALE3). Para saber mais detalhes, acesse aqui.

Por fim, saiba que as série de publicações para carteiras recomendadas no mês de julho está só no começo. Para acompanhar os posts e saber mais informações a respeito, acesse aqui.

Autoria:

Victor Rodrigues
Redator no Guia do Investidor e formado em Economia pela PUC SP.

Comentários