O Pix é uma operação bancária simples e rápida que, para muitos, é a representação utilizada no dia a dia de quantas vantagens as evoluções tecnológicas trouxeram.

No entanto, justamente por se tratar de uma operação tão rápida, alguns problemas podem acontecer sem que alguém perceba.

Então, hoje, para te ajudar a resolver ou evitar uma situação tão desagradável, vamos te ensinar o que fazer se o Pix não cair na conta. Vamos lá!

O Pix não caiu na conta. O que fazer?

Se você teve o azar de passar por essa situação, não entre em pânico: antes de refazer o pagamento e correr o risco de perder seu dinheiro, tente os passos a seguir.

  1. Espere

Embora o Pix seja uma operação extremamente rápida e que costuma demorar em torno de apenas 10 segundos, o primeiro passo ao perceber que o Pix não caiu na conta é esperar.

Isso porque, além do dia e horário, algumas companhias bancárias podem levar o seu Pix por caminhos diferentes e mais burocráticos, fazendo com que a demora possa ser de até 60 minutos.

Vale lembrar que essa situação não é tão comum, mas, mesmo assim, evite desgastes desnecessários, pois a espera pode ser a solução para o seu problema.

  1. Cheque sua conta

Se você já esperou um tempo e o seu Pix ainda não caiu, cheque a sua conta – ou peça para quem te pagou checar a sua.

Caso algum número que não faça com que o seu Pix tome o rumo errado e acabe caindo na conta de outra pessoa tenha sido digitado errado, após esse tempo de espera, o dinheiro já deve ter entrado de volta para a conta de origem automaticamente.

Por isso, cheque as últimas entradas e certifique-se de que o transtorno não tenha sido causado por um erro simples de digitação e “se resolvido sozinho”.

  1. Cheque os dados do seu Pix

Se você já esperou e o seu Pix não caiu na conta destinatária e também não entrou de volta na conta de origem, volte ao comprovante da operação e cheque os dados bancários da conta para a qual o valor foi enviado.

Assim, caso o dinheiro tenha caído na conta de outra pessoa, ter suas informações pode te ajudar a entrar em contato e pedir a devolução do valor, explicando a situação.

Se a chave Pix utilizada tiver sido o número de telefone, fica ainda mais fácil. Mesmo assim, caso não seja possível, ter os dados pessoais do titular dessa conta pode ser útil para o próximo passo.

  1. Entre em contato com a companhia bancária

O último passo pode exigir mais paciência e serve para quando você já esperou, já checou a conta de origem e já tentou entrar em contato com o titular da conta errada, se tiver sido o caso.

Se nada até agora foi suficiente para resolver o seu caso, chegou a hora de pegar o telefone e ligar para o banco.

Explique que o seu Pix não caiu em nenhuma conta e, provavelmente, seu dinheiro será devolvido pelo o banco o mais rápido possível. Afinal, caso o erro tenha sido causado por uma falha no servidor, é obrigação da companhia resolver o problema.

  1. Recorrer ao SAC

Ligar para o banco deve ser o último passo nessa saga. Mas, esse passo é intuitivo – o que significa que, se você ainda está aqui, algo deu errado.

Como sabemos, infelizmente nem toda central de atendimento ao cliente oferece o serviço esperado.

Por isso, se você fez um Pix de valor alto e que vale mais paciência – e um pouco de estresse, mesmo assim -, o próximo passo é recorrer ao SAC como uma alternativa para resolver o problema de forma… Bem, não muito pacífica.

Quando não se sabe mais o que fazer quando o Pix não cai na conta, algumas pessoas tomam uma decisão mais drástica do que outras e levam o assunto ao lado judicial, iniciando uma briga na justiça.

Faça um levantamento e reflita se realmente vale a pena judicializar o caso. E, se a resposta for positiva, não tenha medo e conte com profissionais para te auxiliar.

Se te ajudamos até aqui, não esqueça de nos acompanhar e estaremos com você sempre que precisar!

Comentários