A tecnologia agregou muitos avanços no mercado de trabalho e atualmente a prestação de serviços para o exterior tornou-se parte da rotina do mundo globalizado. Com isso, a prática de realizar transações entre fronteiras também tem sido cada vez mais comum.  

Apesar de ser algo rotineiro nos dias atuais, as transferências internacionais ainda geram dúvidas entre os prestadores de serviço, pelas diferentes formas de serem realizadas. 

Diversos dos meios possíveis para se fazer uma transação monetária internacional, utilizam o código denominado IBAN, sigla para International Bank Account Number. Com tradução livre para “Número Internacional de Conta Bancária”, a sequência alfanumérica tem objetivo de facilitar transferências bancárias entre diferentes países. 

O que é IBAN? 

De modo geral, o IBAN é um padrão de identidade internacional de contas bancárias. Inicialmente o código foi desenvolvido para reduzir erros em transferências bancárias feitas apenas entre países da União Europeia, mas ao longo dos anos sua área de atuação foi expandida. Atualmente o sistema é utilizado por 75 países diferentes. 

Em 2013, o Banco Central regulamentou o padrão de identificação no Brasil por meio da Circular Nº 3.625. A partir disso, o código passou a ser estabelecido em consenso com as associações de bancos do país.

O IBAN facilita os processos de remessas e de pagamentos internacionais, igualando a maneira como os dados são informados e tratados. O código ajuda ainda a reduzir as possibilidades de erros em transações entre diferentes países.

Como saber o código do IBAN do banco onde se tem conta? 

O código é composto por até 34 letras e números que auxiliam os bancos a processar transferências feitas ao redor do mundo. Cada grupo de caracteres do IBAN representa um dado diferente da conta bancária em questão. 

Esquema da estrutura do código IBAN (Ilustração: Remessa Online/Reprodução)

Para descobrir o IBAN, é necessário coletar informações específic00as. Por exemplo, um código IBAN Itaú demanda as letras iniciais do país (Brasil), o número de controle, os códigos do banco e da agência, o número da conta e os dígitos de controlo BBAN. 

É possível descobrir o código completo entrando no site, no aplicativo do banco on-line ou ainda verificando o extrato bancário. Outra forma de conseguir o IBAN é através de um gerador do código, como o IBAN Generator. Nesse caso, é necessário apresentar o código da agência, a conta e selecionar o banco.

Fornecer o IBAN incorreto em transações internacionais pode ocasionar envio do valor para uma conta errada ou ainda resultar em cobrança por um pagamento inválido.

Quando o IBAN é utilizado? 

O código é usado principalmente para fazer transferências internacionais entre contas usuárias do sistema. Além de ser usado por prestadores de serviços e para fins profissionais, o IBAN é ainda utilizado para outras situações pessoais, como enviar dinheiro para um parente que mora em outro país. Em alguns lugares, o código é utilizado também para transações dentro do mesmo território nacional. 

Outros códigos de recebimento de remessas do exterior 

Ao realizar uma transferência internacional, além do IBAN outros códigos podem podem ser solicitados nas operações, como o Swift e o BIC. É importante ressaltar que, em alguns casos inclusive, podem ser pedidos os códigos do IBAN e do Swift para uma mesma remessa do exterior.  

Enquanto o IBAN é um código universal de uma conta pessoal, o Swift e o BIC possuem outras funcionalidades. 

Qual a diferença entre IBAN, Swift e BIC? 

O código Swift pode conter entre 8 e 11 caracteres e tem como objetivo identificar a instituição bancária, sendo único para cada banco. Dessa forma, através do código, é possível acessar a rede de um banco e realizar uma transferência internacional segura. 

O BIC é uma nomenclatura diferente para o código Swift, uma vez que ambos desempenham a mesma função. Em alguns casos, os números podem ser, inclusive, coincidentes.

Enquanto o Swift foi um código instituído e registrado pela Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication que, em tradução direta, quer dizer Sociedade para as Telecomunicações Financeiras Interbancárias Mundiais, o BIC é a sigla de Bank International Code, que em português é o Código Internacional Bancário.

De modo geral o IBAN é um código que identifica de forma universal uma conta pessoal, que possibilita o recebimento de remessas internacionais. E o Swift e BIC são duas siglas diferentes mas com a mesma finalidade: identificar uma instituição bancária. 

Comentários