O ID jovem é um programa criado pelo governo brasileiro para garantir que jovens dos 15 aos 29 anos tenham acesso a benefícios como a meia-entrada em eventos artísticos, culturais e esportivos e também possam viajar gratuitamente.

O benefício iniciou em 2016 e se mantém em vigência até os dias de hoje, sofrendo sempre por alterações, mas que visam a melhoria do projeto e a inclusão cada vez mais precisa do jovem brasileiro nesse programa.

Para participar desse programa é necessário estar inscrito no cadastro único no governo e ter como renda familiar no máximo dois salários mínimos. Dessa forma, tendo a idade entre 15 e 29 anos o jovem poderá adquirir a sua carteirinha pela internet e emiti-la instantaneamente preenchendo seus dados.

Interessante, não é mesmo? Fique conosco e saiba mais sobre esse programa nos seguintes tópicos:

  • Por que o ID jovem foi criado
  • O que pode e o que não pode no ID jovem?
  • Super dica!

Vamos lá?

Por que o ID jovem foi criado?

O ID jovem foi criado com o intuito de facilitar e incluir os jovens de baixa renda na sociedade e fazer com que os mesmos tenham acesso a eventos e viagens de acordo com a sua renda.

Visto isso, é um documento que possibilita acesso aos benefícios do Governo. Cada jovem pertencente a esse programa recebe um número de identificação social (NIS) e a partir dele consegue emitir a sua carteirinha.

O ID jovem pode ser usado para:

Viagens interestaduais

A lei nº 12.852/2013 define sob o estatuto da juventude que empresas rodoviárias deverão disponibilizar 2 assentos por veículo (convencional) para cada jovem pertencente ao programa com a possibilidade da gratuidade 100%, havendo a necessidade de pagar apenas pelas taxas tributárias.

Além disso, também são disponibilizadas 2 vagas com desconto de 50% do valor da passagem. Totalizando 4 assentos para os beneficiários.

Eventos culturais, shows e cinema

Nos eventos culturais, shows e cinema o estudante poderá optar pela meia entrada e solicitá-la ao comprar os ingressos, sendo assim, um direito também da identidade jovem.

O que pode e o que não pode no ID jovem?

O ID jovem é um projeto relativamente novo e por isso, muitas pessoas ainda não sabem da sua existência, ou se sabem, têm muitas dúvidas em relação a ele. Visto isso, separamos algumas perguntas frequentes para você entender um pouco melhor o programa e como ele funciona!

Posso fazer viagens a trabalho com o meu ID jovem?

Sim! Portanto, caso a sua viagem seja interestadual, você pode verificar se há vagas para o seu trajeto e ir gratuitamente. 

Muitas empresas aderem ao trabalho híbrido e exigem que seus colaboradores apareçam presencialmente em seus polos com alguma frequência, e o ID jovem permite essas idas gratuitamente.

Dá para comprar minha passagem pela internet?

Toda passagem que é disponibilizada é colocada para venda presencialmente. As empresas rodoviárias não são obrigadas a colocar as passagens beneficentes pela internet.

Com o avanço da tecnologia, esse tem sido um dos fatores de crítica quanto ao programa, mas ainda sim permanece em vigência que todas as passagens deverão ser disponibilizadas presencialmente e mediante a identidade jovem ou simplesmente a apresentação de seu RG ou CPF com o número de seu NIS.

Eventos e shows também podem ser gratuitos?

A gratuidade é destinada apenas para passagens de ônibus. Dessa forma, eventos culturais, shows e ingressos para o cinema são disponibilizados apenas como meia-entrada, com 50% de desconto.

Como faço para me cadastrar no CadÚnico?

Se você é jovem baixa-renda e tem como sua renda familiar menos de dois salários mínimos, procure o CRAS mais próximo de você e leve seus documentos de comprovação para se cadastrar e receber o seu número do NIS.

Após o cadastramento o prazo para seu NIS estar ativo e você conseguir emitir a sua ID jovem pela internet é de até 45 dias úteis.

Passagens de avião podem ser disponibilizadas?

Não. Até então os transportes que aceitam a identidade jovem são apenas os veículos rodoviários e interestaduais de classe convencional.

Super dica! 

Caso queira fazer uma viagem, olhe antecipadamente e garanta a sua! Como são apenas dois assentos o risco de você não conseguir a gratuidade caso deixe para comprar de última hora é muito grande!

Viagens a trabalho, por exemplo, podem ser avisadas de última hora caso algum imprevisto aconteça e o planejamento estratégico precise mudar de rota. Mas no geral, são avisadas com antecedência e o nosso conselho é que assim que elas sejam avisadas, você já se prepare e se organize para isso!

Nós temos tendência a procrastinar quando temos alguma responsabilidade a ser feita, mas com uma boa gestão do tempo e organização podemos mudar isso e se prevenir antecipadamente de imprevistos que podem acontecer.

Imagina só, você esquece que tem uma viagem importante a fazer, deixa para comprar de última hora e acaba tendo que desembolsar um dinheiro que você não contava em gastar? 

Essa é uma realidade muito recorrente, por isso, comece a se organizar e não deixe para amanhã aquilo que você pode fazer hoje!

Esse conteúdo foi produzido pelo Grupo Voitto, uma escola de negócios 100% online e que se compromete em trazer o melhor conteúdo para você

Comentários