Powered by Rock Convert

Você já ouviu falar em depreciação? E você sabe o que significa depreciação? Pois é, está aí mais uma palavra difícil, ou melhor, mais um termo financeiro para conhecer e entender do que se trata. Afinal, é muito importante entendermos alguns termos necessários para melhorarmos nossa gestão financeira, ou mesmo para não termos dúvidas quando esses termos são citados durante alguma negociação.

Para ajudar a entender brevemente, nada melhor do que um exemplo: Você já deve ter comprado um carro 0 km ou conhecido alguém que já comprou um, e ouviu aquela história de que “só por ter tirado o carro da concessionária o valor dele já caiu”. Infelizmente, isso costuma ser uma triste realidade, embora esse seja um ótimo exemplo do que significa depreciação.

Agora entenda mais detalhadamente sobre esse termo, em quais situações ele costuma ser empregado, e tire todas as suas dúvidas aqui com o nosso post!

Os veículos são alguns dos itens que mais costumam sofrer depreciação.

O que significa depreciação

A depreciação brevemente descrita, nada mais é do que redução do preço de algo, ou seja, diminuição do valor financeiro de algum bem. Mas, a melhor forma de compreender, de fato, o que significa depreciação, é entendendo a partir de exemplos, de situações que impactam em nosso bolso.

Quando você adquire um imóvel e próximo a ele é construído acesso à alguma rodovia, um shopping center, ou uma estação de metrô, por exemplo, o valor do imóvel tende a subir. Ou seja, supondo que você pagou R$ 100 mil nesse imóvel, a tendência é que ele passe a valer um pouco a mais do que R$ 100 mil, pois, a localização dele, foi valorizada devido à proximidade com alguma dessas facilidades. Dessa forma, entendemos que o preço do imóvel foi valorizado.

No entanto, supondo que próximo ao local do imóvel há o crescimento em potencial de roubos e furtos, ou algum problema geológico eminente (como desabamento de terra, por exemplo), o valor do imóvel tende a cair, ou seja, se você pagou R$ 100 mil no seu imóvel antes da identificação desses problemas, caso queira vendê-lo, precisará dar um desconto no valor, vendendo por menos de R$ 100 mil. Isso é o que chamamos de depreciação.

Mas na área financeira, esse termo costuma ser muito utilizado em finanças, e, por isso, a compreensão dele é importante para ajudar no direcionamento de investimentos e ações, em busca da redução de prejuízos, controle de custos e melhor gestão de riscos, situações essas, que podem ocorrer em consequência da depreciação.

Powered by Rock Convert

Lembrando que a depreciação costuma ocorrer por influência de algum fator externo, sendo uma despesa que não está relacionada direto ao dinheiro, mas que ainda assim reduz o valor de um ativo ao longo do tempo. Além disso, ativos (ou bens) costumam sofrem depreciação por duas razões, conforme exemplos utilizando carros:

– Por desgaste: um carro terá seu valor reduzido seja por sua utilização (quilometragem), pelo desgaste natural das peças, ou até por ter sofrido possíveis sinistros. Lembrando ainda, que conforme citado anteriormente, um carro 0 km já perde valor assim que é retirado da concessionária.

– Por ter se tornado obsoleto: a substituição de modelos atuais por novos, também tendem a depreciar ativos e bens. Quando um carro muda de modelo, o modelo anterior costuma ter seu preço bem reduzido. No caso de eletrônicos, como smartphones, por exemplo, essa tendência é ainda mais evidente e impactante, devido a rapidez com que ocorrem as mudanças de modelos.

Quando a depreciação ocorre?

A depreciação ocorre quando há queda de preço ou diminuição do valor de algo, e pode ser entendido também, como uma despesa paga pelo tempo de uso de um bem, ou ocorre essa redução no valor do produto (como o que acontece no valor do carro, quando sai da concessionária, por exemplo, devido a um custo que o proprietário teve por tirá-lo da concessionária e usufrui-lo por este período.

A depreciação pode acontecer com várias outras coisas além de veículos, como por exemplo: móveis, imóveis, máquinas e inclusive, com a moeda corrente no país. Porém, quando se trata da moeda depreciação e desvalorização acabam tendo significados diferentes, apesar de muitas vezes, depreciação ser confundida com desvalorização.

Diferença entre depreciação e desvalorização

Quando ocorre a desvalorização da moeda, significa que o setor econômico do governo de determinado país, reduziu propositalmente o valor da moeda, e isso costuma ser feito com o intuito de reduzir a taxa cambial, como uma estratégia que visa movimentar a economia a partir dos gastos de estrangeiros, na moeda em questão.

Já a depreciação da moeda, ocorre devido à queda involuntária do valor da moeda corrente, em consequência de eventos como possíveis impactos na oferta e demanda. Sendo assim, a depreciação da moeda é involuntária e ocorre sem que o governo tenha controle, podendo inclusive, causar grandes impactos negativos para a economia do país.

Além disso, para fins contábeis, a depreciação indica o quanto do valor de um ativo foi utilizado.

Apesar de também estar relacionada a queda de valor, a depreciação da moeda é diferente da desvalorização da mesma.

O que você achou do artigo? Ficou fácil de entender o que significa depreciação? Deixe seus comentários e sua opinião sobre o post aqui!

Powered by Rock Convert

Comentários

Shares