Powered by Rock Convert

Com a alta do desemprego, muitas pessoas não tiveram condições de pagar débitos em abertos. A consequência de ficar devendo é bastante desconfortável, pois o credor pode negativar o nome da pessoa (nome sujo).

Ai fica a pergunta: O que acontece se meu nome está sujo?

Bem, os credores provavelmente, depois de tentar uma negociação sem sucesso, enviam os dados do devedor para os Órgãos de Proteção ao Crédito. Os principais cadastros de inadimplentes são: Serasa, SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) e CCF (Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundo).

Nome sujo atrapalha a sua vida financeira e acaba com o seu crédito no mercado.

Mas afinal, o que acontece se meu nome está sujo?

Com o nome sujo a sua vida financeira fica praticamente “travada”. Com a negativação se torna impossível realizar algumas operações bancárias e financeiras.

Primeiramente, com o nome sujo, você não consegue solicitar cartões de crédito. As instituições emissoras de cartão negam o pedido.

Em segundo lugar, é impossível pedir empréstimo pessoal com o nome sujo. Você não consegue o crédito.

Também não consegue pedir talões de cheque. Os bancos não emitem talões para pessoas com o CPF negativado. Porém, as folhas de cheque que você já tem podem ser usadas.

Se você for a uma loja, no entanto, fazer o pagamento de compras com cheques, pode ter o pedido negado. Isso porque as empresas possuem acesso aos cadastros de inadimplentes e, assim, costumam negar o recebimento do cheque.

Financiamentos nem pensar. Nenhuma empresa financia compras para quem está com o nome sujo.

Powered by Rock Convert

Como regularizar a situação?

Primeiro você terá de fazer um levantamento das dívidas que estão negativadas. Para isso, compareça aos postos de atendimento dos principais Órgãos de Proteção ao Crédito: Serasa e SPC.

Assim, você receberá uma relação de onde está devendo e o qual o valor do débito.

Em seguida, procure os credores e faça o pagamento. Se a dívida está muito alta, tente uma negociação.

Já em relação a cheques, consulte com o seu banco o número da folha e onde foi depositado o cheque sem fundo. Tendo as informações do credor, procure-o, pague-o e dê entrada na regularização do nome.

Fazendo os pagamentos das dívidas seu nome deve sair dos Órgãos de Proteção ao Crédito no prazo de 5 a 7 dias úteis.

Dicas para não contrair novas dívidas e ter o nome sujo

Com o nome limpo, você volta a ter crédito no mercado e é nessas horas que muitas pessoas podem se complicar novamente.

– Só use o cartão de crédito quando o valor da compra for alto e for realmente necessário parcelar.

– Nunca pague o mínimo da fatura do cartão de crédito. Pague o valor total daquele mês.

– Cuidado ao passar cheques: anote tudo no canhoto do talão e acompanhe a compensação através do extrato bancário.

– Não abuse dos empréstimos pessoais. Eles não devem ser solicitados em extrema necessidade.

– Tenha uma planilha dos seus gastos fixos. O que sobrar de dinheiro pode ser usados para compras ou lazer. Se possível, use o dinheiro que sobrou do orçamento para fazer uma poupança.

Powered by Rock Convert

Comentários

Shares