Utilizar o sistema de métricas de vendas no estabelecimento é um meio de conseguir ter dados referentes ao crescimento do negócio. Esse tipo de medição ajuda o empreendedor a ter concepção em relação ao crescimento da empresa a longo prazo.

Apesar de ser uma ótima forma de identificar os resultados da empresa, muito empreendedores acabam ignorando esse tipo de medição por não saberem o que fazer com os resultados obtidos. Por conta disso, eles acabam deixando de lado as técnicas de métricas de venda, o que pode interferir diretamente no sucesso do estabelecimento.

Como usar métricas de venda

Usar um sistema de métricas de vendas no comércio é uma forma de ter em mãos prospecções sobre as vendas que o estabelecimento fez e, por meio desses dados, é possível atualizar os métodos implantados na loja e aumentar as vendas e a receita do empreendimento a longo prazo.

Inicialmente, é preciso analisar o volume médio de negócios que o estabelecimento possui. Esse tipo de medição é muito bom para ser implantada em empresas que trabalham com várias equipes de vendedores. Essa métrica utiliza a quantia média de vendas da empresa como base do cálculo.

Outra ótima forma de medir as vendas do estabelecimento é por meio do ciclo de vendas. Essa métrica faz a mensuração do tempo que leva da captação do comprador até a concretização da venda. Caso o estabelecimento não realize essa aferição, é necessário implantá-la para conseguir identificar falhas e acelerar o processo de conclusão do negócio.

Fazer a medição da quantidade de oportunidades de vendas abertas que o estabelecimento conseguiu em um determinado período é outro ótimo método de aferição das vendas. Essas oportunidades são abertas no momento em que um cliente é captado, identificado e está pronto para finalizar a transação.

Saber a quantidade de oportunidades abertas que o estabelecimento teve naquele período é um meio de criar metas para os colaboradores e estabelecer uma média mensal que deve ser atingida. Após alguns períodos, será possível identificar tempos em que a loja está criando poucas oportunidades e mudar a abordagem utilizada.

Utilizando o outro método de métrica de venda é possível fazer outra medição, a de vendas não concluídas por cada oportunidade aberta. Esse tipo de aferição é ótimo para o empreendedor conhecer mais sobre a eficácia do processo de conclusão de venda e criar uma meta para os colaboradores atingirem.

As métricas de venda auxiliam o empreendedor, principalmente, no momento de atualizar o processo de venda

Por fim, é muito útil calcular a taxa de vitória que a loja tem. Esse tipo de medição serve para avaliar a quantidade de insucesso o estabelecimento teve e em que parte do “funil de vendas” elas foram perdidas. Para entender melhor, é preciso saber que no ciclo de vendas, os compradores são vistos como se estivessem dentro de uma espécie de funil.

Quanto mais próximo de concluir a compra o cliente estiver, mais próximo da parte mais fina do funil ele estará. A partir do pensamento do “funil de vendas”, o empreendedor vai começar a medir a taxa de vitória, vendo em qual parte do funil houve maior perda de clientes.

Esse tipo de métrica de venda é ótima para otimizar o processo de conclusão da compra, pois além de calcular a quantia de vendas realizadas a cada oportunidade, a aferição também identifica exatamente a parte do funil de vendas onde há maior perda de cliente, necessitando de aperfeiçoamento.

Escrever comentário

Shares