Imóveis são caros, mas, uma boa fonte de investimentos se você souber onde e como comprar. Mesmo com a crise, lucrar com imóveis é possível e você só precisa ter o conhecimento certo de onde aplicar seu dinheiro.

Leilões geralmente são realizados por instituições bancárias ou privadas com o intuito de vender algum bem. No caso dos imóveis é exatamente a mesma coisa. Seu investimento começa pela escolha do leilão e do imóvel que pretende adquirir.

Hoje eu vou te apresentar ao mundo dos leilões de imóveis, onde investir é uma boa opção e vou te contar quais são eles. Então confira!

Os tipos de leilão de imóveis e como participar

Quer começar a investir em imóveis de leilão? Aqui vão algumas coisas que você precisa saber para fazer tudo certo. Primeiro, conhecer os tipos de leilões que você pode participar.

Temos dois, o leilão judicial e o extrajudicial. Ambos podem parecer a mesma coisa, mas a diferença que os separa é notável. Um leilão judicial se dá quando um devedor entrega seu bem, no caso um imóvel, como garantia do pagamento da dívida.

Já o leilão extrajudicial é quando o indivíduo quer se desfazer o mais rápido possível do seu imóvel, evitando a necessidade de lidar com toda a parte burocrática que o mercado imobiliário exige.

Participar é fácil, você tem a opção de comprar via internet através do site de um leiloeiro ou ir presencialmente a uma casa de leilões (ou ao local onde vai ocorrer um). Claro que você pode precisar de um cadastro para participar, mas nada tão complicado.

Depois disso, basta dar seu lance e aguardar que seja o vencedor. Eu disse que era simples. Hoje em dia, esse conhecimento sobre leilões continua tão escasso quanto antes, mesmo que a forma de participar tenha ficado mais simples e descomplicada.

Por isso, muitas pessoas ainda não acreditam que investir na compra de um imóvel em leilão seja uma boa ideia.

Por que investir?

Investimento é ganho e perda. No entanto, podemos prever uma súbita alta nas vendas quando essa crise toda passar. Sabemos que o país não anda muito bem das pernas, mas, porque não investir a longo prazo?

Preços e documentação

O preço é o maior atrativo de um leilão. Com imóveis de alto padrão a um preço tão abaixo do mercado, essa modalidade atrai investidores que querem investir menos e lucrar mais.

Mas, deve-se levar em conta não apenas o valor da compra, mas da documentação e de trâmites legais que o comprador terá de lidar. Então sim, pode se tornar um pouco caro, por isso eu disse que seria um investimento a longo prazo.

Você tem algumas boas opções para isso, aguardar o valor do imóvel subir, muitos tem o preço em flutuação por muitos fatores que afetam seu valor em determinado momento. Ou, você pode alugá-lo e obter uma renda extra. Com o tempo, recuperou seu investimento.

A parte burocrática também ajuda a tornar o negócio lucrativo. Pense em como a documentação poderia ser lenta em uma compra normal, um financiamento, por exemplo. Em um leilão isso é bem mais fácil.

Atenção

Antes de investir, confira essas pequenas sugestões.

  • Edital: Sempre confira o edital do leilão, neles estão todas as informações sobre os imóveis que você quer comprar. Esteja atento a tudo, inclusive localização, situação e dívidas do imóvel;
  • Custos: Como mencionei antes, podem haver custos a mais além do valor de compra do imóvel, fique por dentro disso;
  • Consultoria: Você pode contar com a consultoria de um advogado para realizar uma compra ainda mais segura e livre de problemas que possam ocorrer. 

Comentários