Powered by Rock Convert

Já falamos aqui no blog sobre a importância da poupança (não da caderneta) mas nunca dissemos nada sobre o planejamento financeiro.

O planejamento é o processo contínuo que consiste em um conjunto de ações orientadas para tornar realidade um objetivo futuro. Ele é necessário a gestão da empresa e para colocá-lo em prática é necessário que o gestor conheça as ferramentas necessárias.

Os programas de ação estão inclusos no planejamento e são destinados a alcançar objetivos de negócios. Planejar em uma empresa consiste na escolha de alternativas para se alcançar um objetivo de forma eficiente.

Quais são os tipos de planejamento?

Uma das primeiras funções administrativas é o planejamento. É a atividade de se definir um futuro desejado e proporcionar uma situação viável para avaliar as implicações futuras. Existem três tipos de planejamento: Planejamento Estratégico, Planejamento Tático e Planejamento Operacional. Cada um deles ajuda no alcance dos objetivos e metas da organização.

Mas como assim planejamento financeiro?

Bom, a ideia aqui é bem simples e pode ser resumida assim:

Sempre tenha um objetivo na hora de investir. Monte um plano e siga-o até o final.

Ta confuso ainda? Calma que é fácil, vou explicar. Quando você for poupar é de extrema importância que você saiba porque está poupando. É pra uma viagem? É pra uma emergência? É pra sua aposentadoria?

Quando você sabe exatamente o seu objetivo, sua vida se torna muito mais fácil. Por exemplo, se você está poupando para uma emergência, então precisa de algo seguro e que possa sacar rapidamente. Uma sugestão pode ser um título do Tesouro, como uma LFT (Tesouro Selic).

Agora, se você está poupando para algo muito no futuro, como aposentadoria por exemplo, podemos nos dar ao luxo de correr um pouco mais de risco. Uma sugestão pode ser deixar uma parte desse dinheiro investido na Bolsa de Valores. Em resumo, quando temos uma meta a atingir, podemos escolher os melhores investimentos para atingirmos essa meta.

Qual a importância da estratégia dentro da empresa ou vida pessoal

A importância da estratégia dentro da organização é fundamental e ajuda a definir melhor a política e os objetivos. Também ajuda a organização a definir seu futuro, auxilia no processo de tomada de decisão. É importante que um gestor, antes de administrar a empresa, saiba como ela se formou e como está atualmente. Ele precisa estudar o case e saber como fará para alcançar os objetivos. Um bom planejamento deve ser baseado na estratégia e deve gerar um resultado esperado.

A estratégia define indicadores das ações que devem acontecer no tempo certo, para que a organização esteja bem posicionada no mercado e gere os resultados esperados. Ela deve ser bem administrada, assim gerando e buscando os recursos necessários para que as metas sejam alcançadas. A estratégia ajuda planejar o futuro de uma organização e isso traz muita segurança. Além disso, gera critérios para cortar os custos e criar melhorias para aumentar a produtividade.

A flexibilidade é necessária para considerar ajustes que precisem ser feitos dentro da empresa. Ela faz parte da estratégia, não é considerada um plano rígido. O gestor ou o líder precisam usar a estratégia de forma inteligente e fazer que a empresa seja bem direcionada. Os indicadores de desempenho devem ser transparentes e permitir o acompanhamento dos resultados. Os líderes e a equipe precisam andar na mesma direção e mostrar resultados satisfatórios.

Estratégia e Planejamento

Os gestores precisam ter uma visão ampla para analisar os pontos fortes e fracos de uma empresa. É preciso levar em consideração todos os aspectos, avaliando os pontos fortes e fracos em relação a pessoas, objetivos, processos. Observar também as oportunidades e ameaças referentes ao ambiente externo.

O líder precisa saber quais são as oportunidades disponíveis e que podem ser exploradas. Quais as ameaças que podem trazer prejuízo a organização e levar em considerações diversos fatores, inclusive clientes e objetivos financeiros.

Portanto, realizando estes procedimentos, os líderes ou gestores passam a ter uma imagem muito mais clara e objetiva sobre o ambiente da empresa. Assim, fica sabendo como planejar ações para formalizar a estratégia e trazer um diferencial para o mercado. E mais: saberá alcançar todos os objetivos e executar as ações com sucesso.

Veja também:

OK, é só isso então?

Claro que não. Depois que a gente já sabe porque estamos poupando e traçarmos o plano precisamos de fato fazer a poupança, ou seja, colocar esse dinheiro nos investimentos.

Não vamos nos enganar aqui, sabemos que poupar é difícil, ainda mais em uma situação de crise como a que o Brasil vem passando hoje. Por isso, quando temos um objetivo definido, tudo fica mais fácil. Imagine dois cenários. No primeiro você coloca um pouco de dinheiro na poupança todo mês. Você vai colocando lá basicamente o que sobra no fim do mês, sem ligar muito pra quanto você coloca.

No segundo você sabe que quer comprar um carro. Você escolhe os investimentos e define que se poupar 500 reais por mês, em 5 anos, você consegue comprar o carro. Em qual deles você acha que conseguiria poupar mais?

É bem provável que no cenário 2. Quando temos uma meta, fica muito mais fácil pouparmos pois nos lembramos do porque estamos fazendo isso.O dinheiro deixa de parecer que não está indo a lugar nenhum e passa a fazer parte da sua vida. Estamos nos incentivando a poupar. Você também pode consultar um analista de planejamento financeiro.

É isso!

Com um bom planejamento financeiro fica mais fácil poupar e ter o seu dinheiro rendendo mais! Como quase tudo nessa vida, sempre é bom planejar antes de agir.

Ficou com alguma dúvida? Sugestão? Comente aqui embaixo ou fale conosco pela nossa página do facebook! Estamos sempre dispostos a ajudar!

Powered by Rock Convert
Author

Economista pela Fundação Getulio Vargas do Rio de Janeiro, possui certificação CPA-20 pela ANBIMA e já trabalhou no mercado financeiro. Adora temas relacionados a poupança/investimento, educação e desenvolvimento econômico. Faz parte da equipe de redação do Juros Baixos.

Escrever comentário

Shares