Se você conhece ou fala sobre o mercado financeiro, acredito que já tenha escutado o termo “investidor qualificado”. Mas é provável que você também tenha se perguntado o que é, o que faz e como se tornar um investidor qualificado.

É isso que vamos te explicar nessa matéria, confira com detalhes!

O que é investidor?

O investidor é aquela pessoa que pega seus recursos financeiros e aplica na compra de ativos, sendo renda fixa ou renda variável. Isso não importa, mas quando se trata de renda fixa é comum encontrar três categorias.

  • Pós-fixado;
  • Pré-fixado;
  • Híbrido.

No investimento pós-fixado, você basicamente pega seu dinheiro e calcula com juros futuros, mesmo não sendo um investidor qualificado.

Da mesma maneira, o pré-fixado você faz um processo parecido, mas calcula o juros atual para o futuro. Então, esse investimento permite que você saiba já no momento de aplicação quando o seu dinheiro irá render até a data de vencimento do investimento.

E por último, o híbrido é quando você junta as duas categorias com um pouco de cada categoria.

Do outro lado, quanto ao investidor em renda variável é quando você investe ações, fundos de investimentos, fundos imobiliários e dentre outros.

O que é um investidor qualificado?

Já o investidor qualificado é aquela pessoa física ou jurídica que possui mais de 1 milhão de reais em investimentos no mercado financeiro, seja através da renda fixa ou variável. Entretanto, essa condição precisa ser documentada e atestada por escrito.

Então, de acordo com o título, para se tornar um investidor qualificado é basicamente você ter 1 milhão de reais. Simples, Não?

Estou apenas brincando, há uma outra maneira de se tornar um investidor qualificado por meio de certificações, como:

  • Possuindo certificações CEA: Certificação ANBIMA de Especialistas em Investimento;
  • Se tornando Investidor Profissional: Categoricamente, estão uma categoria acima do investido qualificado;
  • Clubes de Investimentos: normalmente são geridos por um ou mais cotistas que sejam investidores qualificados.

Dessa maneira, é possível ser tornar um investidor qualificado através de vários métodos. E esse requisito serve para garantir que o investidor tenha o entendimento técnico e financeiro para os investimentos restritos do mercado.

E caso queira conferir mais sobre o assunto, como, perfis de investidores, quais vantagens e porque essa qualificação é boa, basta acessar clicando aqui!

Sobre o Autor

Gabriel Tavares

Graduando em Ciências Econômicas, entusiasta sobre o mercado financeiro e tecnologia. 

LinkedIn

Comentários