Powered by Rock Convert

Quem é aposentado ou recebe pensão através do INSS – Instituto Nacional do Seguro Social – um dia já se deparou com uma oferta de empréstimo para quem é beneficiários do INSS. Mas nem todo mundo que recebe benefícios do INSS sabe exatamente as regras gerais para a aquisição de empréstimo nesta modalidade.

No caso da aposentadoria, o benefício é concedido às pessoas que atingiram o tempo de serviço exigido para aposentadoria ou atingiram a quantidade exigida de contribuição para se aposentarem. Já no caso da pensão, o valor recebido mensalmente é referente a morte de algum familiar que possuía seguridade social através do INSS. Nos dois casos, há diversas linhas de crédito que são oferecidas por um grupo enorme de bancos e financeiras.

Embora o valor recebido mensalmente pelos aposentados e pensionistas do INSS seja fixo e invariável, o benefício nem sempre consegue manter os custos de um idoso ou de uma família que perdeu um pai trabalhador. Por isso, as linhas de crédito podem ser úteis e necessárias em casos de emergência financeira.

Como funciona o empréstimo para aposentados e pensionistas do INSS

Todas as instituições financeiras que oferecem esse tipo de crédito para beneficiários do INSS costumam atribuir o empréstimo na forma consignada. Desde o ano de 2003, através da lei federal nº 10.820/2003, todo empréstimo realizado para aposentados e pensionistas do INSS deverá ser feito na forma de consignação.

Essa exigência da lei passou a vigorar o programa nacional de empréstimos, que serve como base para fornecer diretrizes de crédito para beneficiários do INSS. Como os empréstimos são feitos apenas por consignado, os beneficiários do INSS não precisam passar por uma avaliação de crédito para adquirirem um empréstimo. Ou seja, caso haja restrição de crédito e nome na lista de inadimplentes do SPC e Serasa, isso não irá interferir na concessão do crédito.

Os empréstimos consignados são aqueles que descontam automaticamente todo mês diretamente da folha de pagamento, no caso de um trabalhador, ou do benefício recebido pelo INSS. No caso dos beneficiários do INSS, o empréstimo pode ser pago em um prazo máximo de 60 meses, sendo que todas as parcelas terão o mesmo valor. Além do processo não ter nenhum tipo de burocracia, o dinheiro solicitado é liberado para a mão do beneficiário assim que o INSS aprova a liberação.

Vantagens para os aposentados e pensionistas do INSS

A grande vantagem nesses empréstimos consignados é que não há análise de crédito, o que é fundamental para quem precisa de dinheiro, mas está negativado. Sem burocracia, avaliação de crédito, garantia de empréstimo ou até mesmo fiador, o dinheiro é liberado quase que automaticamente de acordo com a necessidade do beneficiário.

Documentos necessários para a contratação

Para contratar esse tipo de empréstimo consignado, o beneficiário do INSS precisará apresentar os seguintes documentos originais no ato da contratação:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de rendimento (documento detalhando a liberação de crédito do INSS);
  • Número do benefício do INSS;
  • Comprovante de residência.
Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares