Powered by Rock Convert

No Brasil, de acordo com pesquisas recentes, o número de pessoas endividadas bateu recordes. De acordo com último levantamento da Serasa Experian, no país existem 61,8 milhões de pessoas inadimplentes, atingindo 40,3% da população adulta.

Está interessado no empréstimo com imóvel de garantia, mas acha que não entende direito? Tem muitas dúvidas? É normal. As dúvidas fazem parte do processo. O imóvel com garantia é mais simples do que parece. E realmente vantajoso. Vale a pena entender o serviço, pois ele pode ser o mais indicado para o seu perfil. Não sabe como funciona o Empréstimo com garantia de imóvel? Leia:

O que é Empréstimo com garantia de imóvel? Quais vantagens, riscos, recomendações.. 

Uma ótima alternativa para endividados é o empréstimo com garantia de imóvel como forma de quitar as dívidas. Apesar de pouco conhecido no país, essa alternativa de crédito permite que o cliente solicite empréstimos de valores bem altos, com juros relativamente baixos, podendo utilizar esse dinheiro para debitar outras dívidas que acumularam.

Como funciona o crédito com garantia de imóvel

A hipoteca, como essa modalidade de empréstimo também é conhecida, é mais popular nos Estados Unidos da América, e vem caindo no gosto dos endividados brasileiros atualmente. Por meio do refinanciamento de imóvel é possível que um proprietário de imóvel consiga utilizar sua residência ou outra propriedade em seu nome como garantia.

O mais vantajoso desse tipo de crédito é que o dono do imóvel não precisa vender a propriedade para utilizá-lo como garantia, ou seja, o solicitante do empréstimo pode continuar morando na residência até o pagamento integral da dívida.

A única restrição para a contratação desse tipo de empréstimo é que o bem deve estar no nome do solicitante, quitado, sem ônus, estar avaliado entre R$200 mil e R$5 milhões, e com os documentos em dia. Como a escritura definitiva em mãos, matrícula da residência, por exemplo.

No empréstimo com garantia de imóvel, o contratante pode utilizar uma residência ou uma sala comercial como caução. Na maioria dos contratos, o empréstimo possui tempo mínimo de 12 meses para o pagamento, sendo que em alguns casos, as parcelas podem durar por anos (no máximo 20 anos).

Essa é uma ótima solução para os inadimplentes conseguirem quitar suas dívidas, e também servem como opção para os empreendedores que necessitam de uma quantia para iniciar seu próprio negócio. Entretanto, ela deve ser usada de forma consciente para evitar transtornos no futuro.

Formas conscientes para usar a hipoteca

Como foi dito anteriormente, essa modalidade de crédito é ideal para pessoas que conseguem utilizar um imóvel que esteja dentro das exigências impostas como garantia. Além disso, é preciso que o solicitante possua renda compatível com os valores das parcelas que serão pagas e possua estabilidade financeira.

Pois como foi explicado no início do texto, essa modalidade de empréstimo utiliza um imóvel como garantia de pagamento, ou seja, caso o contratante use a sua residência como garantia de pagamento ele pode acabar perdendo a residência por não conseguir pagar as parcelar do crédito com garantia de imóvel.

Empréstimo com garantia de imóvel é muito perigoso, pois caso o contratante não consiga quitar a dívida, ele perde a casa

Por isso, antes de pedir essa opção de empréstimo, é necessário que o solicitante saiba ser realista e ver que essa forma de crédito necessita de comprometimento. Por conta disso, ela é ideal para ser usada para quitar outras dívidas ou abrir um negócio próprio.

É muito importante que o solicitante do empréstimo não possua outras dívidas quando for hipotecar a casa, pois deste modo ele consegue focar somente em uma dívida. Além disso, é necessário que seja feita uma avaliação do Custo Efetivo Total (CET) da operação.

Essa é uma medição que será responsável por estabelecer os custos totais do empréstimo, ou seja, o CET leva em consideração todos os valores que estão relacionados na transação, desde a cobrança das tarifas e taxas, juros, impostos, entre outro.

Por fim, o antes de efetivar a contratação do empréstimo com garantia de imóvel, o solicitante deve utilizar todas as ferramentas para fazer uma avaliação de opções de crédito e comparar todos os tipos de hipotecas que são oferecidos pelas instituições financeiras mais convencionais, sempre desconfiando das condições que aparentam ser muito fáceis.

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares