Powered by Rock Convert

Todo empreendedor, ao abrir seu estabelecimento, deve ter mente que, independentemente do tipo de negócio criado, ele terá em seu planejamento financeiro alguns gastos. Entre esses tipos de custos, existem duas contas que influenciam diretamente nos resultados da empresa, as despesas fixas e variáveis.

Esses tipos de gasto têm relação direta com os valores dos produtos ou serviços ofertados pela empresa. Além disso, esse tipo de gasto também tem efeito direto ao lucro da empresa. Por conta disso é muito importante que o empreendedor saiba a diferença entre despesas fixas e variáveis.

O que são despesas fixas e variáveis?

Como o próprio nome sugere, as despesas fixas são aquelas contas estáveis, ou seja, que devem ser pagas todos os meses. Essa é particularidade principal desse tipo de conta, a frequência. Esse tipo de gasto é efetuado mensalmente, e não possui ligação direta com a quantidade de vendas ou dos serviços prestados pelo estabelecimento.

Por exemplo, contas de água, luz, telefone, entre outras, são despesas fixas de uma empresa. Também é importante ressaltar que os salários pagos aos funcionários, aluguel do local da instalação do empreendimento e outros gastos que a administração tem mensalmente também devem estar especificados na planilha de despesas fixas.

As despesas variáveis são o oposto dos gastos fixos que a empresa tem, ou seja, são contas inconstantes. Um exemplo que pode ser citado são as contas relacionadas com propagandas e marketing, que não são feitas frequentemente.

Além disso, as despesas variáveis são custos que possuem ligação direta com os produtos e serviços ofertados pela empresa. Ou seja, todo o gasto que o estabelecimento tem com comissão dos vendedores, matéria-prima, mercadorias ou serviços negociados, devem estar na planilha das contas sujeitas a variações.

Importância da classificação das despesas

Como foi visto no texto, as despesas fixas e variáveis, apesar de serem diferentes, têm efeito direto com o lucro da empresa e com os preços dos produtos e serviços ofertados. Entretanto, é importante saber diferenciar os dois tipos de gastos que a empresa possui para conseguir uma gestão empresarial saudável.

Por meio dessa diferenciação, é possível deixar mais simples diferenciar os valores gastos com cada etapa da empresa. Deste modo, é possível identificar áreas de onde é possível diminuir o custo com alguns processos, obtendo mais lucro para o caixa.

Também é através desse tipo de classificação que a empresa consegue ver quais serão os custos fixos que o estabelecimento tem mensalmente. Por meio disso, é possível que o empreendedor saiba a quantidade de produtos ou serviços que ele deve vender mensalmente para cobrir esses gastos.

Já os custos variáveis são mais fáceis de administrar, pois esse tipo de gasto não é periódico. Por meio dessa gestão, é possível encontrar áreas onde é capaz de efetuar cortes e economizar, conseguindo mais lucro para a empresa.

Saber a diferença entre as despesas fixas e variáveis é o melhor meio para redução de gastos e aumento de lucro. Através dessa diferenciação o empreendedor consegue identificar áreas com maiores gastos, onde é possível efetuar cortes, além de saber o valor mensal para a manutenção do estabelecimento.

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares