Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Hoje o cenário mudou, principalmente pela melhora em nossa atual situação econômica. Apesar de não estarmos vivendo tempos de ouro, o financiamento imobiliário se tornou mais acessível e facilitado, ao menos em parte. 

O que eu devo fazer para ser aprovado?

Autônomos podem solicitar um financiamento imobiliário desde que atendam todos os requisitos estabelecidos pelo banco financiador

As primeiras exigências para que você consiga ser aprovado no financiamento habitacional são as seguintes: …

Não comprometa mais de 30% da sua renda mensal com o financiamento. O banco pode entender que você não terá condições de liquidar a dívida. 

Conheça exatamente o que o banco que você deseja solicitar financiamento exige, principalmente em questão da documentação. 

Normalmente há uma certa pasteurização, todas as instituições tendem a solicitar a mesma coisa, os mesmo documentos do possível beneficiário, mas conversar diretamente com o gerente e entender as particularidades que o banco exige pode fazer toda a diferença.

Os documentos mínimos exigidos e que com certeza sem eles você não conseguirá solicitar o financiamento são seus documentos pessoais de identificação, RG, CPF, comprovante de endereço e de renda e a declaração do Imposto de Renda. 

No casos dos comprovantes de renda você pode utilizar desde o holerite de pagamento ao extrato bancário. A declaração do Imposto de Renda conta como comprovante de renda mas tenha uma segunda opção também. 

Não são apenas os seus documentos que precisam estar em ordem. O do imóvel a ser financiado também. 

É necessário que o imóvel não tenha débitos com o IPTU. No caso de imóveis dentro de condomínios eles não devem apresentar pendências, e o imóvel deve ser avaliado por um engenheiro da instituição financiadora. Procure pelos profissionais credenciados pelo banco escolhido para que realizem a vistoria. 

Essas são as nossas dicas mais gerais, mas quer aumentar ainda mais as suas chances de ser aprovado? 

Separamos algumas outras dicas que podem facilitar a tão esperada compra da casa própria. 

Mudanças no financiamento imobiliário

O avanço do mercado e a sua progressiva estabilidade fez com que os juros despencassem, o que o tornou o financiamento mais atrativo. O tempo para sua quitação também se estendeu. Atualmente é possível financiar um imóvel em 10, 20 anos, até mais dependendo do banco escolhido.

Embora tenha mudado em alguns aspectos, conseguir aprovação para um financiamento imobiliário ainda continua sendo um desafio para muitos. 

É possível que você seja negativado na hora da avaliação de crédito mesmo tendo apresentado todos os documentos necessários. Você sabe por que isso acontece? 

Financiamento e as dificuldades de aprovação

Só quem está em busca de um financiamento habitacional ou qualquer outro tipo de financiamento sabe quão difícil é finalmente receber a comunicação de que a sua solicitação foi aprovada. 

Ter renda compatível para o financiamento, além de não estar negativado no SPC ou Serasa são exigências mínimas para tentar um financiamento de qualquer natureza. 

Embora os bancos não sejam unanimidade entre as empresas que oferecem a opção de financiamento, normalmente são as mais requisitadas pelos consumidores. 

Se você não vê a hora de conquistar a tão sonhada casa própria e deseja entrar com o financiamento, é preciso que você esteja ciente que pode não ser aprovado, uma vez que o banco realiza inúmeras avaliações para liberar ou não o financiamento. 

Powered by Rock Convert

Se você é autônomo não se preocupe, dentre outras dicas ajudaremos você a conquistar a sua casa própria. 

O financiamento de imóveis, propriedades ou veículos por parte do banco não é um privilégio apenas de quem possui registro em carteira. Sim, mesmo que você seja autônomo e trabalhe por conta própria sem registro é possível tentar um financiamento para a compra da casa própria.

Dentre outras coisas o que o banco leva em consideração é o seu histórico de compra, ou seja, não vale apenas ser empregado formal e ter renda compatível com o valor do imóvel a ser financiado se você apresenta problemas com a quitação de suas pendências financeiras junto a instituição.

Por falar em empregos formais, embora haja uma falsa crença de que apenas pessoas com registro em carteira podem se submeter ao processo de avaliação de crédito, isso não é verdade. …

O banco realiza inúmeras exigências para a liberação de crédito e ter registro em carteira não é um deles, o que possibilita que autônomos consigam fazer a solicitação. 

Autônomos podem solicitar um financiamento imobiliário desde que atendam todos os requisitos estabelecidos pelo banco financiador.

Utilize intermediários

Essa dica vale para você que quer facilitar o processo, além de agilizá-lo um pouco.

Quando falamos em intermediários, estamos falando dos sites que trabalham fazendo a ponte entre os beneficiários e as instituições financiadoras. 

As vantagens de se utilizar deste serviço é não precisar de deslocar e realizar o tete a tete com o banco pretendido para o financiamento, nem correr o risco de perder tempo se o seu pedido for negado. 

Quando você utiliza estes intermediários você direciona toda a sua atenção para um único lugar. Encaminha toda a sua documentação para este site e a partir do disparo simultâneo para diversos bancos as chances de receber contrapropostas das instituições são grandes.

Este serviço, apesar de extremamente prático e vantajoso, não tem custos para o cliente. Quem arca com a manutenção do site são os bancos cadastrados. 

Tenha uma conta corrente

Abra uma conta corrente na instituição escolhida para o seu financiamento. Embora não seja uma prática declarada, os bancos tendem a privilegiar seus correntistas. Sendo correntista do banco onde você deseja obter o financiamento, além de resultar em maiores chances de aprovação, você poderá conseguir o financiamento com uma carga tributária menor.

Uma outra dica em relação a conta corrente e o seu novo financiamento. Lembra daqueles cartões que quanto mais são usados mais tendem a aumentar o limite de crédito? Com o financiamento é basicamente isso, quanto maior e mais constante for a sua movimentação na conta melhor será visto a sua solicitação junto ao banco.

Por exemplo, direcione todos os seus rendimentos para essa conta, assim o banco poderá ter uma ideia melhor dos seus ganhos e avaliar se você pode ou não arcar com as parcelas do financiamento. 

Não seja negativado

Essa é uma das principais exigências. Não ter restrições no SPC/Serasa. Dificilmente você conseguirá junto ao banco um financiamento estando negativado.

O cadastro do SPC/Serasa serve como um banco de consulta para que os bancos e demais estabelecimentos saibam se aquele determinado consumidor tem ou não um bom histórico de pagamento.

Quando você tem um bom histórico pode negociar melhores condições de pagamento e uma taxa de juros mais acessível.

Score não é tudo

Embora o score de crédito seja importante na hora de pedir um cartão de crédito, não é determinante na hora de solicitar um financiamento imobiliário.

Atenha-se principalmente as possíveis pendências em seu CPF e tente regularizá-las antes de ingressar em todo o processo.

Torne-se um empreendedor

Se você deseja formalizar a sua situação e deixar o trabalho informal, tornar-se um MEI (Microempreendedor Individual) pode te auxiliar também no processo de aprovação. Os bancos costumam dispensar aos MEI’s os mesmos bons olhos que dispensam aos seus correntistas.

Powered by Rock Convert

Comentários

Shares