Você sabia que existe uma fórmula básica para saber quanto custa construir uma casa?

A verdade é que muita gente não sabe como calcular o custo de uma obra. Por isso, transformam o que poderia ser um sonho, em um pesadelo.

Sabendo da dificuldade que muitas pessoas enfrentam para erguer uma casa, vamos mostrar neste artigo como fazer os cálculos essenciais para a sua construção. 

Além disso, você vai conhecer outras opções para ter a moradia dos seus sonhos. Agora, confira quais são os dados para calcular o custo para construir uma casa.

O que é preciso saber antes de construir uma casa?

O primeiro passo para começar uma construção é fazer o levantamento de dados para planejar a obra. Essa é a única maneira de evitar prejuízos financeiros e desgastes emocionais.

Confira na lista abaixo o que precisa saber para calcular o custo da construção de uma casa:

  • O valor estimado pelo Custo Unitário Básico (CUB) de uma construção;
  • O custo do projeto: arquitetura, estrutura, instalações e outros;
  • Benefício de Despesas Indiretas (BDI), que incluem impostos e custos com luz e água de canteiros;
  • Quanto de dinheiro precisa para começar;
  • O tempo que vai demorar para sua casa ficar pronta.

Cabe destacar que o CUB considera em seus cálculos insumos como: mão de obra, materiais e equipamentos.

Quanto custa construir uma casa?

Não existe uma resposta pronta para essa pergunta, pois o custo de uma obra depende de algumas variáveis. No entanto, você pode ter uma noção aproximada do valor, aplicando a fórmula que vamos te explicar neste tópico.

Mas, antes, conheça algumas variáveis que justificam a diferença do custo na hora de construir uma casa, são elas:

  • Localidade do imóvel, ou seja, em qual estado ou município;
  • Saber se a casa é térrea ou é um sobrado;
  • Conhecer a qualidade do terreno para essa construção, por exemplo, um solo que exige uma fundação mais profunda, vai gastar mais;
  • Qualidade do material de acabamento.

Além disso, é necessário conhecer o valor do CUB no seu estado, pois é com ele que vai calcular quanto precisará investir na construção. 

A fórmula mágica dos arquitetos

Você já deve ter perguntado a algum profissional da construção civil quanto custa construir uma casa, não é mesmo?

Daí, ele pega um papel e faz umas contas e te dá um valor aproximado. Agora, você também pode fazer essa conta usando os seguintes dados:

  • Área construída = área útil + paredes + beiral (se tiver);
  • O CUB é de R$ 1.767,46 (esse valor é no estado de São Paulo);
  • O custo do projeto é de, pelo menos, 7% o valor da obra;
  • A fundação varia de 3% a 7%;
  • Benefício de Despesas Indiretas (BDI): 20% a 40%.

No nosso exemplo, vamos considerar uma construção de 70 m². Para os itens não incluídos usamos 7% do valor da obra e para do projeto, 5% para a fundação. Quanto ao BDI, calculamos 30% sobre o valor da obra.

A fórmula que vai usar é essa: [(CUB x área construída) + itens não incluídos] x [1 + BDI].

Veja como ficou o nosso exemplo:  [(R$1.767,46 X 70) + R$ 14.847,11]  x  [1 + 30%] = R$ 180.140,11.

Simples, não é mesmo? 

Como é uma fórmula básica, não estão sendo considerados alguns valores como os gastos com acabamento e outros. Para isso, acrescente 30% sobre esse custo e conheça quanto de dinheiro investirá na sua obra.

O que compensa mais: comprar um apartamento na planta ou construir uma casa?

Agora que já fez as contas, chegou o momento de avaliar alguns detalhes sobre erguer uma casa desde a fundação. 

Será que vale a pena ou é melhor pesquisar alguns lançamentos imobiliários disponíveis no mercado imobiliário?

Após feitos os cálculos, você também precisa analisar os seguintes pontos para conhecer a viabilidade de uma construção, confira:

  • Preocupação com a mão de obra;
  • Necessidade de contratação dos serviços de arquitetos, engenheiros e de conversas com o mestre de obras;
  • Problemas com a regularização da construção;
  • Compra de terreno.

A pergunta-chave é: você terá essa disponibilidade e energia até o término da construção?

Se você percebeu que dá para chegar ao fim da construção da casa dos seus sonhos sem grandes problemas, então vá em frente.

Mas se notou que pode considerar outras opções, como financiar um apartamento, então use a calculadora de poder de compra para analisar o custo de um financiamento.

O importante é que avalie o custo-benefício entre as opções: 

  • Construir uma casa;
  • Financiar um imóvel na planta;
  • Comprar um apartamento pronto para morar.

A ideia é que com esse artigo você consiga decidir qual é o melhor investimento para realizar o sonho de ter um imóvel próprio, e sem muitas dores de cabeça.

Se você precisa de mais alguma informação para fazer a sua escolha, conheça esses apartamentos à venda em São Paulo, no marketplace Apto de imóveis novos.

Author

Somos uma plataforma de bem-estar financeiro. Em nosso blog falamos sobre finanças pessoais e produtos financeiros como empréstimo, cartão de crédito, seguros e negociação de dívida. A Juros Baixos está desde 2016 desenvolvendo conteúdos de qualidade para nossos seguidores. Acompanhe nossas redes sociais, canal no YouTube e entre para nossa comunidade no Discord.

Comentários