Durante a pandemia, é muito provável que você tenha passado por alguma dificuldade, principalmente com o fechamento do comércio e a demissão por parte de algumas empresas. No entanto, o Governo brasileiro ofereceu o auxílio emergencial como uma maneira de reverter essa realidade.

Você sabe como usar o auxílio emergencial para manter as contas em dia? Essa é uma das perguntas mais frequentes da atualidade, pois poucas pessoas sabem que o próprio aplicativo onde o valor é recebido poderá realizar o pagamento. Assim, não será preciso se preocupar com juros e multas.

Use o App do Caixa Tem para pagar suas contas

Muitas pessoas não sabem, mas é possível, sim, pagar algumas contas por meio do aplicativo Caixa Tem, onde o valor do auxílio emergencial é depositado. Se você está com a conta Vivo atrasada ou a conta de água sem ter o valor integralizado há algum tempo, não será mais necessário se preocupar.

Pagando suas contas pelo Caixa Tem

  • Antes de mais nada, você precisará abrir o aplicativo Caixa Tem no seu smartphone ou tablet. 
  • Em seguida, clique no botão “realizar pagamentos”. Assim que você realiza o acesso, um menu é disponibilizado com todas as funcionalidades oferecidas pela Caixa para os beneficiários do auxílio.
  • Em seguida, você será redirecionado para uma interface de bate-papo, onde as opções “ler código de barras com a câmera” ou “digitar código de barras” serão disponibilizadas. 
  • Você deverá escolher aquela que mais facilitará o pagamento. Se escolher ler com a câmera, basta apontar o celular para o código para escaneá-lo adequadamente.

Caso o beneficiário do auxílio emergencial tenha mais de uma conta na Caixa Econômica Federal, haverá uma opção perguntando qual das contas será utilizada no processo do pagamento. 

Ao selecionar, basta confirmar os seus dados e tocar em “sim, realizar pagamento”. Digite a sua senha e espere a comprovação.

É possível sacar o auxílio emergencial antes do prazo?

Muitas pessoas realmente não são capazes de esperar pelo prazo estabelecido pela Caixa para fazer o saque do auxílio emergencial. Isso acontece porque, nem sempre, as pessoas possuem a disponibilidade de pagar uma conta utilizando um smartphone ou a internet. Por isso, métodos alternativos devem ser usados.

É muito comum que alguns bancos ofereçam a opção de depósito por meio de boleto bancário. Se você tem uma conta que oferece essa possibilidade, então gere um boleto de depósito com o valor do auxílio emergencial e realize o pagamento da mesma maneira que foi informada no tópico anterior.

Além disso, graças à inovação digital, ainda é possível encontrar outro método para usar o auxílio emergencial para manter as contas em dia. O Pix possibilita o usuário a fazer uma transação financeira em apenas 10 segundos e o aplicativo “Caixa Tem” oferece essa funcionalidade para os seus usuários.

Sendo assim, vá até o aplicativo do “Caixa Tem”, escolha a opção “Pix” e insira a chave ou conta bancária para quem você deseja enviar o dinheiro. Em seguida, basta confirmar o valor a ser enviado e, por fim, inserir a sua senha para que a operação tenha validade. Em poucos segundos, o dinheiro estará na sua conta.

Quem teve direito ao auxílio?

Agora que você sabe como usar o auxílio emergencial para manter as contas em dia, saiba quem foram as pessoas que passaram pelo filtro do governo para receber essa ajuda financeira. São elas:

  • pessoas com mais de 18 anos;
  • pessoas sem acesso a benefícios previdenciários ou assistenciais;
  • pessoas sem carteira assinada, sendo MEI, trabalhador informal ou contribuinte do Regime Geral da Previdência Social;
  • pessoas com contrato de trabalho intermitente inativo;
  • renda familiar abaixo de três salários mínimos ou renda per capita inferior a meio salário mínimo por pessoa;
  • pessoas que não receberam mais de R$ 28.229,70 em renda tributável.

Como usar o auxílio emergencial de forma inteligente?

É muito provável que o valor do auxílio emergencial não seja capaz de cobrir todas as despesas de uma família. No entanto, o dinheiro é muito bem-vindo em uma situação tão inusitada e desesperadora quanto a da pandemia. Por isso, é necessário saber como gastar de forma consciente.

O ideal é que as pessoas utilizem o auxílio para priorizar a sua sobrevivência. Antes de mais nada, será necessário comprar comida, mas é importante economizar nas escolhas. A alimentação e a água devem ser prioridades, acima de qualquer outra coisa, pois são o básico para viver.

As contas de água e de luz também são essenciais, principalmente para quem tem filhos que ainda estão na escola e precisam da eletricidade para manter os estudos em dia. Ainda que não haja um prazo certo para o corte, é importante lembrar que a dívida continuará ativa.

Por fim, é válido tentar negociar com algumas empresas. Muitas pessoas estão passando por dificuldades neste momento e, por isso, precisam fazer uma organização financeira diferente do planejado. Sendo assim, renegocie e deixe claro que irá cumprir com o compromisso.

Comentários