Powered by Rock Convert

O planejamento é a chave do sucesso, e impedirá que sua dívida se torne uma bola de neve. Na hora de se planejar para um empréstimo ou financiamento, duas coisas são essenciais: orçamento e pesquisa de mercado.

Quanto à pesquisa de mercado, nosso simulador de empréstimos pode te ajudar bastante, mostrando as parcelas em diversos bancos.

Já quanto ao planejamento do seu orçamento, esperamos te dar algumas dicas valiosas aqui nesse post e em outros artigos do nosso blog. Mas essa parte é a que mais depende de você! Assim sendo, é importante que você tire um tempo, com muita calma (e uns chocolates), e coloque o quanto que ganha e o quanto que gasta no papel.

Para que sua dívida não prejudique sua vida, fizemos um pequeno passo-a-passo de como planejar um empréstimo. Boa leitura!

O que quero?

Defina um objetivo bem claro e simples. Saber o que você quer (e não apenas o valor) pode te ajudar a achar linhas de crédito direcionadas, que tem taxas de juros bem mais baixas. Exemplos:

Quero comprar um carro novo (ou usado) → A solução para você é um financiamento de veículo.

Quero fazer uma viagem, mas fica bem apertado pagar tudo de uma vez → A solução para você pode ser um empréstimo pessoal ou talvez pedir um cartão de crédito e parcelar a fatura.

Quero reformar minha casa para alugar um quarto → Alguns bancos (como a Caixa Econômica) têm linhas especiais para construção e reforma.

Quero acabar com minha dívida no cheque especial encerrá-lo de uma vez por todas → vá até o banco e converse com o seu gerente sobre uma renegociação da sua dívida. Os juros serão bem mais baixos!

Quero investir na minha educação e penso em fazer uma pós-graduação ou MBA → O Santander, por exemplo, têm linhas de crédito direcionadas para isso (Crédito Educação Continuada e Credi-Universidade).

Sou costureira, microempreendedora individual, e se eu comprar uma quantidade maior de tecido no atacado terei um bom desconto, além de poupar tempo e produzir melhor → A solução para você pode ser uma linha de microcrédito.

A categoria mais geral é o empréstimo pessoal sem garantia, e por isso mesmo, é a que costuma exibir taxas mais altas. Veja em nosso blog algumas dicas para conseguir taxas mais baratas e sobre sites de empréstimo online (ex.: geru, lendico…).

Quanto custa?

Essa pergunta, apesar de óbvia, é ignorada por muitos. Pode acontecer (especialmente com o cartão de crédito) de você receber um limite de crédito maior do que as suas necessidades. É aí que mora o perigo.

Se você não fixar desde o início o quanto você precisa, é muito provável que você se endivide mais do que precisa, e assim crie uma bomba para explodir no seu futuro.

Lembre-se que o dinheiro que você pegar hoje terá de ser devolvido no futuro. E com juros. E isso significa que você gastará menos com o que você gosta (e mais com os bancos).

Tenho algo para colocar em garantia?

Se você tem um imóvel quitado em nome próprio, pode colocá-lo como garantia de um empréstimo. Dessa forma, conseguirá juros muito mais baixos, pois o banco terá certeza de que, caso você não pague o empréstimo, ele poderá pegar o seu apartamento. Esse tipo de empréstimo com imóvel em garantia pode ser chamado de hipoteca ou refinanciamento imobiliário.

Da mesma forma, se você tem um carro quitado em nome próprio, ele também pode servir de garantia caso você não venha a honrar seu empréstimo. Esse tipo de empréstimo é chamado de refinanciamento de veículos.

O crédito consignado, de certa forma, é um jeito de colocar o seu salário como garantia. Se você for servidor público, aposentado ou pensionista do INSS, ou trabalhador de empresa privada que tenha convênio com algum banco, você pode pedir esse tipo de empréstimo. Como as parcelas do empréstimo são descontadas diretamente do seu salário (ou benefício no caso do INSS), os bancos tem mais certeza que serão pagos, e assim, você conseguirá taxas de juros menores.

Se você tem jóias também pode colocá-las em garantia. As agências da Caixa, por exemplo, fazem o serviço de penhor. Assim, se você não pagar, eles leiloam a sua jóia para pagar a sua dívida. Dessa forma, eles têm uma boa garantia de que o dinheiro emprestado vai voltar, e assim, conseguem cobrar taxas mais baratas.

Quanto posso pagar por mês?

Por um momento, esqueça dos juros. Foque apenas nas parcelas: você vai conseguir pagar R$600 por mês de empréstimo? Ou será que não é melhor pagar em mais parcelas mas pagar menos, por exemplo, R$500 por mês?

Seja bem realista e não conte com os melhores cenários. A pergunta aqui é: você vai conseguir pagar o empréstimo, ou ele vai descontrolar a sua vida financeira?

Essa pergunta, inclusive, é analisada pelos bancos na hora de decidir se vão te conceder um empréstimo ou não: esse é o comprometimento de renda. A ideia é: se seu pedido não for realista, e as parcelas forem muito grandes quando comparadas com a sua renda, será muito arriscado te emprestar alguma coisa.

Para saber se as parcelas vão pesar demais no seu orçamento, dê uma parada, respire, e coloque suas contas na mesa: Quanto você ganha e quanto você gasta por mês?

A dica é: coloque a sua renda e seus gastos numa planilha. Planeje os próximos meses e veja se as parcelas cabem no seu bolso. Pode ser uma planilha, folha de papel, tanto faz, desde que você enxergue o que vai acontecer com o seu dinheiro.

Clicando abaixo você pode fazer download de uma planilha bemmmmm simples (no Google Drive):

Pequena Planilha de Orçamento

Ou se preferir, faça o download de uma planilha mais completona com um gráfico maneiro em excel:

Baixe nossa superplanilha completa!

Depois de pagar as prestações do empréstimo, você vai ter dinheiro para viver? Se não, tente aumentar o número de parcelas ou diminuir o valor do empréstimo!

Onde pegar um empréstimo pessoal? É hora de pesquisar os preços

empréstimo

No mundo dos empréstimos, o preço é a taxa de juros. Esse é o preço do dinheiro que você está pegando emprestado. Como em qualquer compra importante que você vá fazer, pesquisar os preços é super importante!

Nessa parte, nosso site pode te ajudar bastante. Já testou o nosso comparador de empréstimos? É só clicar no botão abaixo!

Clique aqui e compare empréstimos nos bancos!

O nosso simulador, além de te mostrar os empréstimos mais baratos, não te deixa na mão. Após simular o seu empréstimo, você pode conferir dicas e passo-a-passos sobre como pegar empréstimo no banco que escolher!

Taxas e mais taxas!

Infelizmente, o custo de um empréstimo não se resume apenas à taxa de juros. Podem existir também taxas de abertura de crédito, manutenção de conta, avaliação do bem (no caso de imóvel ou automóvel em garantia), seguro…

Essas taxas extras são fundamentais para que você não leve sustos no fim do mês. Assim, é importante atentar ao Custo Efetivo Total (CET) do empréstimo e colocar todas essas despesas no planejamento do seu orçamento.

Não caia em ciladas

empréstimo
Armadilhas são comuns. Cuidado!

Uma delas se trata das ligações que recebemos por telefone oferecendo crédito extra. Não caia nessa cilada. As atendentes nunca te falam tudo aquilo que será devido por você, pois o trabalho delas é fazer contratações, e não alertar o cliente sobre o quão desvantajoso aquilo é.

Fazer um empréstimo se limita única e exclusivamente a fazer o empréstimo. Apesar disso, muitos bancos querem praticar o ato ilegal de fazer uma venda casada. Eles induzem o cliente a comprar outros itens, um plano de capitalização, fazer uma conta corrente com uma mensalidade cara, etc. Isso tudo reflete em taxas e mais taxas a serem pagas. Caso um seguro seja contratado já será um gasto a mais em seu orçamento que já está limitado.

Outro golpe muito comum que circula na internet é o da cobrança adiantada de taxa para abertura de crédito. Se te pedirem algum pagamento adiantado para que seu crédito seja liberado… CORRA, É CILADA!!! Geru e Lendico, por exemplo, que são sites de empréstimo online, não pedem nenhum depósito em adianto.

Caso siga essas dicas, evitará cair em armadilhas e conseguirá saldar suas dívidas.

Tudo certo? Boa sorte!

Espero ter descomplicado essa sua missão! Tem alguma dúvida? Fala pra gente nos comentários! E se precisar comparar empréstimos para conseguir os juros mais baixos, use nosso simulador de empréstimo pessoal.

No nosso blog também há duas dicas que podem te interessar: “7 ótimas ideias para ganhar dinheiro extra” e “Empréstimo barato: 7 dicas para conseguir um“.

Curtiu a dica de hoje? Fique ligado que tem muito mais! Curta nossa página no facebook e receba as atualizações:

Clica aqui e segue a gente no facebook!

Um abraço!

Powered by Rock Convert
Author

Economista pela FGV-RJ e assessor de investimentos (CPA-20). Apaixonado por educação financeira e microfinanças, é cofundador do jurosbaixos.com.br, site de comparação de crédito e portal de educação financeira. Em seu canal do youtube, explica o básico de finanças para leigos (youtube.com/jurosbaixos).

1 Comment

  1. Pingback: Empréstimo para Autônomo: Como conseguir? - Área de conhecimento - Melhore a sua saúde financeira - JurosBaixos

Escrever comentário

Shares