Se você ganhasse um milhão de reais neste instante, você saberia onde investir o montante?  Se a sua resposta for colocar tudo na poupança ou não saber o que fazer, leia esta publicação até o fim.

Atingir este marco expressivo até parece um sonho distante. Entretanto, ele é muito possível de ser realizado. E quando conseguir, é necessário saber o que fazer com toda essa grana de maneira inteligente. Neste artigo iremos te mostrar maneiras de como investir um milhão de reais.

O que você vai ver neste artigo:

Primeiros passos

Antes de começar a alocar o dinheiro, você precisa compreender qual é seu perfil de investidor. Você gostaria de ter mais risco para aumentar seu dinheiro? Ou prefere viver com uma renda fixa todo mês?

Definido o perfil de investidor, outro ponto importante a ser analisado são os objetivos em relação a este investimento. Para isso faça a seguinte pergunta: “O que quero atingir com esse investimento?”. 

Outro ponto importante é decidir onde colocar seu dinheiro: em um banco ou uma corretora? Veja a diferença entre cada um neste artigo.

Vamos ao que interessa

Depois de conhecer alguns aspectos que devem ser considerados na hora de investir seu tão suado dinheiro, chegou a tão esperada hora de comprar os ativos. 

Para tal, você pode comprar todos ativos em renda fixa, todos ativos em renda variável ou fazer diversificação de carteira.

Comprando tudo em renda fixa você terá uma segurança maior e baixa lucratividade. Já comprando tudo em renda variável você terá mais lucratividade, porém maior o risco.

Enquanto que fazendo a diversificação você encontra o equilíbrio entre a lucratividade e a segurança.

Confira alguns tipos de renda fixa

Começando pelo aporte mais seguro e conservador, a renda fixa. Esta é uma modalidade de investimento com rentabilidade prefixada ou pós-fixada. 

Na prefixada é possível saber exatamente qual será o retorno lá no futuro. Já a pós-fixada segue algum índice econômico, como por exemplo o CDI.

Por conta da segurança e dos rendimentos constantes, a renda fixa dá mais tranquilidade ao investidor, principalmente ao longo prazo. 

Veja agora alguns tipos de renda fixa:

Tesouro direto

Este é um programa criado pelo Tesouro Nacional em 2002, que permite você investir em Títulos Públicos. Ou seja, basicamente você está emprestando dinheiro para o governo em troca de uma rentabilidade. 

Esta é uma simulação aplicando TODO o valor de 1 milhão de reais somente no tesouro prefixado com juros semestrais para 2031. 

Para simular outros valores e ativos do Tesouro Direto, clique aqui.

Poupança

Conhecida por praticamente todos os brasileiros, a  poupança é uma aplicação simples e acessível para todo mundo.

A poupança, apesar de ser fácil de usar, apresenta baixos rendimentos que, às vezes, mal supera o aumento da inflação. Por esse motivo, deixar o dinheiro guardado na poupança, pode gerar uma perda de oportunidade de ver seu dinheiro render muito mais.

CDB

A sigla CDB vem de Certificado de Depósito Bancário, que é um título de renda fixa emitido por bancos. Diferente do Tesouro Direto, você está emprestando seu dinheiro a uma instituição financeira em troca de juros.

Depois de fazer o investimento, seu dinheiro fica aplicado. Na data de vencimento do título, que pode ser desde liquidez diária até anos, você recebe o valor original de volta acrescido do rendimento estipulado para o período. A quantia vem líquida, pois há retenção de Imposto de Renda na fonte.

Veja a tabela a seguir aplicando em um CDB com 110% do CDI:

LCI e LCA

As letras de crédito imobiliário (LCI) e letras de crédito agronegócio (LCA) também são dois tipos de investimentos de curto prazo e isentos de imposto de renda

Basicamente, este investimento é um “empréstimo” para a instituição financeira poder oferecer crédito que incentive o desenvolvimento desses dois grandes setores.

Uma outra característica desses títulos é a baixa liquidez, ou seja, depois de investir, demora o período estipulado para conseguir resgatar seu dinheiro.

Veja a simulação de LCI e LCA para 5 anos:

Estas foram algumas opções básicas para seu investimento, agora vamos falar da renda variável.

Veja alguns tipos de renda variável

Esta é a modalidade de investimento com mais risco, porém com maior chance de rentabilidade

Visto que, que não há garantia, ganho fixo e nem a devolução do total que foi aplicado. Sendo assim, a variação pode ser para mais ou para menos.

Por esse motivo, esta aplicação deve ser analisada e principalmente assessorada por quem realmente entende do assunto

Agora, vou lhe apresentar alguns tipos de renda variável.

Ações

Se uma empresa fosse uma pizza, as ações seriam pequenas partes das fatias, que podem ser compradas por qualquer pessoa interessada em comer aquela pizza.

As ações de uma empresa são comercializadas na Bolsa de Valores, aqui no Brasil é chamada de B3.

Para de fato ganhar dinheiro com ações é necessário estudar a empresa antes de comprar, sendo assim uma forma mais segura de conseguir bons retornos, mas é claro, sem a previsão certa do retorno.

Outro fator que gera interesse em ações, são os dividendos, que nada mais são do que o pagamento de uma parcela do lucro líquido da empresa a seus acionistas.

Se o investimento de 1 milhões de reais fosse efetuado hoje na holding Itaúsa (ITSA4) no dia 01/01/2021 até o dia 19/08/2021 este seria o resultado:

Fundos Imobiliários (FIIs)

Como o nome já diz, estes fundos de investimentos são destinados à aplicação em empreendimentos imobiliários. Sendo que esta é uma modalidade de aplicação financeira coletiva, ou seja, mais pessoas podem investir em um mesmo fundo. 

Os fundos imobiliários são controlados por uma gestora especializada, que acompanha diariamente o mercado e faz a gestão do patrimônio do fundo e dos ativos.

Este é um meio de você investir no mercado imobiliário, sem necessariamente adquirir um imóvel, aqui você apenas compra cotas junto com seus “sócios”.

O FII, normalmente paga entre 5% a 8% de dividendos ao ano, isso equivale a uma média mensal entre 0,5% a 0,6%. 

Ao investir 1 milhão de reais, você pode receber uma média entre 5 a 6 mil reais todo mês.

Criptomoedas

Esta é uma categoria recente e que deu um “boom” por conta da bitcoin, principalmente. 

Elas são códigos que podem ser convertidos em valores, no qual são protegidas por criptografia e pela tecnologia de blockchain.

As moedas digitais têm a promessa de facilitar a transferência de fundos diretamente entre duas partes, sem a necessidade de um terceiro. Por outro lado, o mercado de criptoativos têm uma enorme volatilidade.

Com 1 milhão de reais, é possível comprar aproximadamente 4 bitcoins.

Fundos de Investimento

Um fundo de investimentos é uma modalidade de aplicação financeira coletiva, além disso é formado por uma carteira de ativos financeiros, no qual é oferecido por administradoras que disponibilizam cotas.

Investir em fundos de investimentos é uma forma simples de fazer investimentos complexos. Pois, simplesmente você não precisa entender, o fundo faz isso por você.

Entretanto, há cobrança de taxa de administração e também taxa de performance, dependendo do fundo.

Veja o gráfico de performance do fundo Votorantim FI Vintage RF Crédito Privado:

Conclusão

Neste artigo vimos que tem como investir seu dinheiro de diversas formas, mas após ver alguns cenários foi possível notar a importância de diversificar a carteira. Pois alguns investimentos podem não render tanto e outros possuem uma volatilidade muito grande.

A diversificação dos investimentos é uma estratégia que traz mais segurança para o investidor. 

Visto que, a composição equilibrada da carteira de investimentos, divididos entre renda variável e renda fixa faz com que seja capaz cumprir uma tríade muito importante no mundo dos investimentos: o risco, a liquidez e a rentabilidade.

Para investir com tranquilidade e sem precisar ser um expert no assunto, conheça a assessoria de investimentos da Vostro Investimentos, que está entre o 5% de melhores escritórios da XP.

Comentários