Os brasileiros estão cada vez mais ligados no mundo dos investimentos. Apesar de a poupança ainda ser o investimento preferido, muitas pessoas estão diversificando seus investimentos, mirando no mercado de ações. Encontrar uma empresa de investimentos e estudar o mercado é fundamental para começar a investir em ações. 

Prova disso é que, segundo dados da B3 (Bolsa de Valores brasileira), em novembro de 2020 havia cerca de 3,17 milhões de contas cadastradas na Bolsa, o dobro em comparação ao mesmo período em 2019. O mercado de ações costuma assustar investidores iniciantes, por isso estamos aqui para desmistificar essa situação. Aqui, vamos entender como o mercado de ações funciona, a fim de que você aprenda a dar os primeiros passos nos investimentos em renda variável. 

O que é mercado de ações? 

O mercado de ações é o ambiente em que se compram e vendem ações de empresas de capital aberto. No Brasil, as transações acontecem na Bolsa de Valores brasileira, a B3. Nesse ambiente, as empresas negociam frações de seu patrimônio. Geralmente, as empresas abrem seu capital para atrair novos investimentos para crescer no mercado. 

Dessa maneira, a empresa decide abrir uma IPO, oferecendo um percentual de suas ações na Bolsa. Assim, os investidores podem comprar as frações e se tornar acionistas da empresa. Para investir no mercado, é fundamental que o investidor estude cada vez mais sobre o assunto. O mercado de ações é bastante volátil, estando exposto a riscos externos, como decisões políticas, mudanças no cenário econômico, notícias polêmicas sobre empresas, entre outros. 

Como o Mercado de Ações funciona? 

Agora que você já sabe o que é o mercado de ações, você precisa entender como ele funciona. Para tirar as suas dúvidas, apontaremos, abaixo, as principais características desse ambiente de investimentos. Confira:

O que são ações? 

As ações são papéis que representam frações do quadro societário de uma empresa. Geralmente, grandes empresas abrem capital para financiar novos investimentos e isso acontece pela Bolsa de Valores. Ao comprar frações de ações de uma empresa, o investidor se torna sócio acionista do negócio. Qualquer investidor pode investir em qualquer empresa que tenha ações à venda no mercado. 

O que é a Bolsa de Valores? 

A Bolsa de Valores é o ambiente onde acontecem a compra e venda de ações. Dessa maneira, os papéis são disponibilizados pelas empresas e pelos investidores e, na B3, acontecem as negociações de compra e venda desses papéis, que representam ações de uma ou mais empresas. 

Como comprar e vender ações? 

O mercado de ações é bastante volátil e o preço das ações varia constantemente, sendo afetados por diversos fatores. Uma ação pode começar o dia em alta e se baratear por conta de uma situação política, por exemplo. Também pode acontecer o inverso. Sendo assim, o ideal é que o investidor compre as ações em baixa para vender em alta. Para isso, é preciso contar com consultoria e estudar bastante o mercado, a fim de vislumbrar as melhores oportunidades de negociação. 

Qual a melhor maneira de investir no mercado de ações? 

A melhor forma de investir na Bolsa de Valores é por meio de uma corretora de valores. O investidor deve pesquisar e definir por uma corretora que seja ideal para o seu perfil. Depois de criar uma conta, é possível contar com todo suporte e um leque de ações variadas para iniciar os investimentos. 

A corretora disponibilizará as ações que estão à venda no mercado, atuando como intermediárias nas transações de compra e venda de ações. Tudo isso pode ser feito pelo home broker, plataforma digital das corretoras para possibilitar a operação no mercado de ações. 

O mercado de ações é um ambiente de investimentos que nos possibilita excelentes oportunidades de negócio. Mesmo que existam riscos, a rentabilidade pode ser ótima a curto ou médio prazo para os investidores que tiverem conhecimento de mercado e uma estratégia bem definida. 

Comentários