É cada vez maior o número de pessoas que recorrem ao crédito para poderem adquirir bens, quitar dívidas ou realizar projetos.

Caso você, leitor, esteja prestes a adquirir um bem, seja parcelado, financiado ou até mesmo esteja passando por uma emergência financeira, vale a pena conhecer a modalidade de crédito consignado. Principalmente pela menor taxa de juros em comparação a outras opções, esse recurso pode oferecer diversas vantagens ao consumidor.

O crédito consignado pode ser uma boa opção para seus investimentos.

O crédito consignado é fornecido para aposentados, pensionistas do INSS e funcionários públicos. Pode também ser direcionado para contratados em empresas privadas que tenham convênios em bancos ou alguma outra instituição financeira.

No caso dos aposentados, pensionistas e funcionários públicos, existem mais vantagens, pois os bancos em geral entendem que a estabilidade financeira dos integrantes desses grupos é maior.

Na prática, isso significa que caso o consumidor faça parte de um dos grupos citados acima, ele pode conseguir um crédito mesmo se estiver negativado. O valor varia conforme a margem consignável do cidadão.

Empréstimo Consignado para Negativado: Vale a pena?

Considerando o atual cenário do país e a dificuldade na economia, fazer um crédito desse tipo pode ser uma boa alternativa para quem busca quitar dívidas ou até mesmo fazer investimentos. As taxas de juros são menores do que em opções como cheque especial, cartão de crédito ou empréstimo pessoal.

É comum ver pessoas usando o consignado para concentrar várias dívidas em uma só. Ou seja, a pessoa paga todas as outras contas e fica apenas em débito com a instituição financeira ou o banco que liberou o consignado.

Um dos diferenciais dessa opção é a forma que o dinheiro é cobrado do consumidor. Mensalmente, as parcelas da dívida saem do salário do cidadão ou do benefício do INSS. Ou seja, no período de pagamento do empréstimo, não há como evitar esse desconto. Assim, os bancos sentem-se mais seguros ao liberar este crédito.

Os planejadores financeiros explicam que essa é uma garantia que os bancos têm de que receberão seu dinheiro, gerando menos riscos e permitindo que as instituições cobrem juros menores do que em outros modelos de empréstimo, como o pessoal. Por terem essa garantia, muitas instituições oferecem o empréstimo mesmo para quem estiver com o nome sujo. Sendo assim, há muito menos burocracia no processo de conseguir esse crédito.

O crédito consignado pode valer a pena para organizar sua vida financeira.

Conheça as vantagens do Crédito Consignado

Uma das vantagens desse recurso financeiro é que, após utilizá-lo para limpar seu nome, por exemplo, é possível continuar com acesso a parcelamentos em lojas, bem como financiamento de carros e imóveis.

Não é necessário ter conta no banco onde deseja pedir o empréstimo.

Outro aspecto positivo é o fato de que, como citado anteriormente, o dinheiro das parcelas do consignado é descontado diretamente da folha de pagamento do consumidor. Com isso, muitos bancos facilitam o processo de empréstimo, mesmo que o cidadão esteja negativado e, consequentemente, não há necessidade de procurar créditos pessoais, como o da Crefisa, que tem altas taxas e acaba sendo dispendioso para o interessado.

Atualmente, o limite do crédito consignado é de 35% da folha de pagamento do trabalhador. Esse valor era de 30% até 2015, mas foi alterado após sanção da presidente Dilma.

Esse percentual a mais, de 5%, só poderá ser usado para bancar as despesas com cartão de crédito. Ou seja, além do trabalhador poder pedir um crédito ao banco equivalente até 30% do que ganha por mês, como antes, ele também poderá comprometer mais 5% do seu salário para pagar suas dívidas com cartão de crédito, que tem taxas de juros muito mais altas.

Caso, por algum motivo, o cidadão não consiga pagar as parcelas, será necessário renegociar o acordo diretamente com o banco. Uma das alternativas é pedir a extensão do número de parcelas ou, em último caso, fazer um segundo empréstimo para quitar o primeiro.

O crédito consignado vale ainda mais a pena se o interessado precisa de dinheiro rápido. Em geral, o prazo para que o montante caia na conta é de 24 horas. Já que esse é um recurso geralmente usado em emergências, os bancos costumam fazer análises de crédito rápidas.

Como fazer um Empréstimo Consignado?

Para fazer a contratação do consignado, é necessário que o empregado encaminhe-se até o setor de RH da sua empresa. Lá, saberá quais instituições são conveniadas com sua empresa e, assim, poderá entrar em contato com elas. Se necessário, peça ajuda aos profissionais de RH para entender o processo.

Em caso de funcionários públicos e beneficiários do INSS, será necessário procurar diretamente os bancos. Esse procedimento pode ser realizado de maneira presencial ou até mesmo online.

Caso tenha ficado interessado, saiba que mais de 50 bancos oferecem o empréstimo consignado, desde os grandes como Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Caixa; até médios como Banco Pan e BV Financeira. Além disso, há ainda a opção de financeiras como Portocred e Agiplan.

Mesmo após conhecer melhor o empréstimo, é importante que o consumidor tenha em mente se essa modalidade de crédito vale a pena para sua vida financeira. Como em todo processo financeiro, é necessário avaliar os lados positivos e negativos para, assim, chegar à melhor decisão possível.

Esperamos que tenha aproveitado o conteúdo! Caso tenha dúvidas ou sugestões, escreva seu comentário abaixo. Não deixe de conferir os outros posts no blog e aprenda a organizar sua vida financeira sem complicações.

Escrever comentário