Cadeia de suprimentos ou Supply Chain, como é amplamente conhecida, é o conjunto de ações envolvidas na provisão de bens ou serviços solicitados por clientes finais. Elas envolvem desde o armazenamento da matéria-prima até o transporte e distribuição do produto acabado. Fazer uma boa gestão dessas atividades é essencial para garantir a satisfação dos clientes.

final, o que eles esperam é que o produto chegue no prazo correto, na quantidade contratada e no estado que ele deseja. Qualquer quebra em um desses pilares pode levar à frustração em suas expectativas. Quer saber as principais dicas para fazer a administração da sua cadeia de suprimentos? Continue de olho a seguir.

Como funciona uma cadeia de suprimentos?

Em geral, além de envolver conhecimentos de logística, a gestão de cadeia de suprimentos envolve o relacionamento com uma série de fornecedores. São organizações responsáveis pelo abastecimento de insumos, fabricantes, estoquistas, transportadoras, varejistas e outros envolvidos, até chegar ao consumidor.

Por isso, é fundamental que todas essas partes estejam coordenadas e integradas entre si, garantindo a fluidez das atividades. Até porque qualquer gargalo pode gerar impactos na entrega final.

Por que investir na gestão da cadeia de suprimentos?

Implementar alguns controles e ferramentas de gestão da cadeia de suprimentos é essencial para otimizá-la e garantir sua eficiência. Entre as medidas que devem ser adotadas estão:

  1. Mapear cada um dos processos envolvidos;
  2. Realizar um planejamento detalhado;
  3. Supervisionar os materiais;
  4. Gerenciar as solicitações e previsões de demanda;
  5. Controlar os estoques – registrando suas entradas e saídas, por meio de inventários próprios;
  6. Administrar os diferentes fornecedores, além das atividades de atacado e varejo;
  7. Ficar atento aos fluxos financeiros.

Com todas essas atividades devidamente orquestradas, consegue-se evitar desperdícios ou avarias, manter os estoques a níveis controlados e, assim, reduzir custos.

O que considerar durante essa gestão?

Durante o relacionamento e contratação de diferentes fornecedores, fique atento à qualidade dos produtos e práticas realizadas no dia a dia de suas operações, evitando problemas com seu consumidor final, como recalls para reparar falhas ao longo da produção ou prejuízos à imagem de sua companhia.

Da mesma maneira, esteja de olhos bem abertos para entender o melhor momento de investir em novos insumos, a fim de honrar com os pedidos feitos pelos clientes. Criar estratégias paraescoar produtos em estoque por mais tempo do que o devido também é uma recomendação para ter sucesso nessa administração.

E se acontecer algum fator externo que impeça alguma de suas atividades, como o transporte de mercadorias? É para driblar fatores como esse que você precisa ter uma estratégia paralela, a fim de não prejudicar o fluxo normal de suas operações. Esteja preparado para adversidades!

Como fazer uma gestão eficiente da cadeia de suprimentos?

Como as demais atividades em uma empresa, o uso de uma ferramenta apropriada pode ajudar você a fazer essa gestão da melhor maneira possível, além de contribuir para a otimização do tempo despendido com essa atividade. Um bom sistema de gestão empresarial (como o ERP, do inglês Enterprise Resource Planning) pode ser uma ótima aquisição. O software permite consolidar informações, automatizar alguns processos, além de reduzir a chance de falhas humanas.

E você? Como vem administrando a sua cadeia de suprimentos? Se você ainda não dá atenção a essa atividade, a hora é esta! Esse é um importante diferencial competitivo, que pode ajudar você a estar alguns passos à frente da concorrência.

Escrever comentário