O boleto se trata de uma das formas de pagamento mais usadas e, ao se tornar possível gerar boleto registrado, se tornou a mais segura. Contudo, o boleto bancário é uma das formas mais econômicas de se cobrar?

Bem, independente do seu valor, o boleto inevitavelmente deve estar entre suas formas de pagamento. Segundo pesquisa da Febraban, anualmente são produzidos cerca de 3,6 bilhões de boletos bancários no Brasil.

E a melhor parte é que dá para emitir boleto registrado pagando somente por boleto pago. Como? Prossiga com a leitura e veja isso agora!

Entenda mais sobre como funciona a emissão de boletos registrados

O boleto registrado surgiu como uma forma de adicionar uma camada extra de segurança a essa forma de pagamento.”

O boleto bancário se trata de um método de pagamento disponibilizado para quem possui conta bancária e uma carteira de cobrança com o banco. Ele pode ser emitido de maneira avulsa ou como carnê.

O boleto registrado é a mesma coisa, mas com informações lavradas junto ao banco. Nele, há dados como:

  • Nome de identificação do pagador e do emissor
  • CPF ou CNPJ dos dois
  • Endereço
  • Valor que será cobrado na transação
  • Data de vencimento

Essas informações estão registradas no boleto e ficam salvas no sistema do banco ou instituição financeira. Dessa forma, ele é um boleto rastreável, o que diminui o risco de ocorrerem fraudes.

Como ocorre a emissão de boletos registrados?

Como já falado anteriormente, é necessário ter conta num banco ou instituição financeira onde pode emitir o boleto registrado. No software deles, existe uma ferramenta para emissão de boletos como empresa.

Para emitir o boleto registrado, você precisa reunir os dados do cedente (os seus) e os do sacado (cliente). Além disso, precisa definir o valor cobrado, a data de vencimento e os juros que serão calculados em caso de atraso.

Após o passo a passo da geração do documento no software, você pode imprimi-lo, encaminhar um link de pagamento ou o enviar por e-mail. Será possível acompanhar o status da cobrança pelo banco ou instituição.

Caso passe da data de vencimento sem pagamento, não é necessário produzir um novo boleto online – os juros são automaticamente calculados.

É melhor gerar boleto registrado por um banco tradicional ou por uma fintech?

Bancos tradicionais prezam pela robustez dos seus processos. As fintechs prezam pela tecnologia e velocidade.”

A primeira diferença entre os bancos e as fintechs está na rigidez para produzir o boleto de pagamento. Ao emitir boleto registrado pelo banco tradicional, você deve produzir o arquivo remessa e retorno, o que torna o processo mais demorado.

Numa fintech, o boleto registrado é produzido rapidamente, o que permite um envio ágil para o cliente.

Também há a questão da quantidade mínima de boletos que costuma ser pedida pelos bancos tradicionais. Fintechs costumam ser flexíveis quanto a isso, chegando a nem sequer exigir uma quantidade mínima.

Contudo, a principal diferença mesmo está na cobrança da taxa de pagamento de boleto!

Quais são as taxas de pagamento de boleto comuns entre os bancos tradicionais?

  • Taxa de emissão de boletos, que é cobrada quando você produz a cobrança
  • Taxa de liquidação, que é cobrada logo depois de ser confirmado o pagamento
  • Taxa de cancelamento, que é cobrada após o boleto ser cancelado ou estar vencido por mais de 90 dias
  • Taxa de manutenção de títulos, que é cobrada após o boleto estar vencido por um período de 30 dias

Em fintechs, costuma existir apenas uma taxa de pagamento de boleto: a de emissão. E a melhor parte é que ela não é cobrada se não ocorrer o pagamento do boleto!

Quais são as maiores vantagens de se contar com uma fintech para emitir o boleto registrado?

Gerar boleto registrado através de uma plataforma é uma opção muito mais transparente, confiável e rápida. Dessa forma, você poderá conseguir melhores taxas e condições mais atrativas que a de um banco tradicional.

A geração de boletos é feita de maneira automática

No caso de cobrança recorrente, a plataforma de emissão de boleto vai gerar automaticamente o documento todo mês. Dessa forma, não há a preocupação de esquecer de enviar o boleto.

Além disso, as notificações avisando do pagamento também são automáticas!

O boleto é enviado por diferentes canais de comunicação

Para o cliente, há diferentes formas de receber e pagar o boleto de pagamento. Ele pode receber por e-mail e até por WhatsApp, o que facilita o pagamento e diminui o risco de inadimplência.

A baixa do boleto é automática

Sem a presença de arquivo remessa e retorno, o processo de baixa é automático e, consequentemente, mais rápido.

É possível gerenciar as cobranças de maneira simples

Pela plataforma de emissão de boleto, é possível controlar as assinaturas de maneira bastante simples. Em 2 cliques, você obtém relatórios completos que lhe trazem informações relevantes para tomada de decisão.

A plataforma é facilmente integrável ao seu site

Por fim, a plataforma de emissão de boleto pode ser integrada ao seu site, o que torna o processo de cobrança muito mais prático.

Gerar boleto registrado pode ser um processo menos burocrático e mais econômico

Como emitir boletos registrados e pagar somente por boleto pago? A resposta ao final é fácil: contando com uma fintech como o Galax Pay, que permite a geração de boletos em 3 passos simples:

  1. Cadastrando o cliente com nome, CPF/CNPJ e e-mail
  2. Cadastrando a cobrança com valor, periodicidade e data de vencimento
  3. Gerando o boleto automaticamente a cada mês

Essa simplicidade ao gerar boleto registrado é combinada com diversas outras vantagens. Realize emissões de forma mais tranquila e segura.

Comentários