Powered by Rock Convert

Financiamentos tem sido um dos recursos mais utilizados pelos brasileiros nos últimos anos, devido a crise que acometeu o país. Sem ter outro caminho para recorrer, as pessoas tendem a buscar os bancos.

Novos empresários e até os experientes também tem buscado esta opção ao investir em seu negócio, se encaixando em qualquer público.

Como qualquer procedimento bancário é importante que se tenha planejamento e que saiba todos os detalhes desse procedimento para não ter surpresas mais a frente.

Financiamento

Essa é uma maneira com que a pessoa consiga o bem de valor que necessita, quando não se tem o dinheiro necessário para adquiri-lo.

É um contrato feito de comum acordo entre a pessoa que está solicitando o bem e a instituição bancária, no qual essa última lhe daria o capital necessário para conseguir o bem com a condição de se vincular a ele com pagamentos mensais.

Cada banco possui a sua taxa de juros, mas assim como número de parcelas, é algo definido em contrato, porém, cuidado porque ainda há juros que podem não estar incluídos já que dependem de como está o mercado.

Os financiamentos mais comuns e populares hoje em dia são o de imóveis e veículos:

  • Financiamento de Imóveis: o banco fornece o dinheiro para que você possa comprar o imóvel à vista, no qual poderá pagar em no máximo 35 parcelas com juros mínimos, porém, deve-se atentar a política de cada banco, pois cada um fornece uma quantidade de parcelas;
  • Financiamento de Veículos: assim como o de imóveis, você poderá financiar 100% do valor, mas também há bancos que não dão essa possibilidade e terá que dar um valor como entrada, além do veículo estar vinculado a instituição até que a dívida seja quitada;

Onde fazer

Existem diversas instituições bancárias e financiadores que fazem esse tipo de procedimento e cada uma possui as suas condições para assumir um contrato de financiamento.

Os lugares mais comuns para fazer são:

Há vários outras instituições a que você pode recorrer para fazer o financiamento, mas tenha em conta que cada delas vai impor as suas condições e juros.

Tipo de financiamento

São diversas as opções para se fazer um financiamento nos dias atuais, seja pelo valor baixa de juros se comparada com outras modalidades de empréstimo ou pela maneira fácil de conseguir o que precisa com pagamento a longo prazo.

Além dos mais comuns e já citados, financiamento de imóveis e veículos, há outros tipo de financiamento ao qual você pode recorrer:

  • Financiamento Estudantil: o meio mais fácil de conseguir esse tipo de financiamento é por meio do FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), porém é difícil de conseguir já que existem poucas vagas e são concorridas. O banco irá fornecer o dinheiro e ao final do curso deverá devolver o dinheiro em parcelas e juros incluídos;
  • SAC (Sistema de Amortizações Constantes): funciona da mesma maneira que outros financiamentos, mas o que difere é que as parcelas de início são maiores e os valores vão diminuindo ao longo do tempo. Os juros, geralmente são menores e trás mais segurança ao banco, já que o valor será maioritariamente pago logo no início;
  • SACRE (Sistema de Amortização Crescente): essa modalidade opera quase da mesma forma que o SAC, porém ao invés de diminuir, ela começa com valores menores e aumenta até um determinado período e depois diminui de novo. A taxa referencial (TR), é imposta nessa operação para substituir as correções monetárias;

O que avaliar antes de contratar

Antes de tomar qualquer decisão é importante que você avalie todos os aspectos do financiamento e veja qual banco atende a todos os requisitos que necessita.

Um bom planejamento é a chave, pois estará adquirindo uma dívida a longo prazo e precisa ter a certeza de que vai conseguir pagar até a última parcela.

Atente-se aos valores descritos em contrato para ver se eles condizem com os que estão em mercado.

Os prazos precisam estar bem especificados para que não caia em uma armadilha, por isso é tão importante avaliar todos os aspectos postos em contrato antes de assinar e se comprometer com qualquer coisa.

Dicas ao contratar um financiamento

É bom estar consciente de todos as suas ações ao firmar um compromisso a longo prazo e não aconselhável deixar todos os detalhes nas mãos da instituição bancária.

Estar a par de tudo que acontece e saber até onde pode chegar com a quantia do financiamento são elementos essenciais ao contratar esse serviço.

  • Planejamento

Ao realizar um financiamento você estará se comprometendo a uma dívida por um longo período de tempo, além de comprometer a renda mensal.

Para ter certeza que estará de que conseguirá arcar com todos os custos até o final, é importante que faça uma análise da sua renda e que os juros estão de acordo com o que pode pagar.

É importante ter em mente que só poderá fazer conseguir um financiamento se estiver com o nome sujo no Serviço Central de Proteção ao Crédito (SPC).

  • Pesquisa

Existem diversas instituições bancárias que oferecem esse tipo de serviço, mas cada uma possui as suas condições para que uma pessoas possa contratar um financiamento.

Você precisa procurar bem e avaliar todas as empresas para ver qual se encaixa melhor nas suas necessidades e na sua condição financeira.

Conversar com os bancos, também pode ser um caminho viável, pois o financiamento é algo que eles desejam, então estão propensos a aceitar os seus termos, desde que sejam razoáveis e não os prejudiquem.

  • Atente-se ao contrato

É importante que você leia o contrato atentamente, pois muitas pessoas ignoram essa parte e acabam por se comprometer mais adiante, com algo que não arcar.

Pegar uma cópia do contrato é uma das dicas mais importantes, já que você estará com os termos em mãos, o que serve como garantia caso haja problemas no futuro.

Caso os termos do acordo não satisfaçam os envolvidos, sempre poderá ser discutido e o acordo revisto.

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares