Powered by Rock Convert

Declarar o Imposto de Renda é obrigação de grande parte dos trabalhadores que preenchem os requisitos necessários de acordo com a Receita Federal. Saiba aqui se você é obrigado a declarar o imposto este ano. Entre tantos os itens que devemos declarar, como conta corrente, FGTS, seguro-desemprego, o salário, recebido através de empresa com CNPJ, principal fonte de renda da maioria dos brasileiros também está na lista de itens a ser declarados. Aliás, são tributáveis todos os rendimentos de trabalho assalariado, não apenas o próprio salário, como também horas extras, insalubridade e adicionais.

É obrigatório, mas também contribui para que você efetue descontos sobre os valores que já foram pagos, podendo restituir um valor maior do imposto. Prepare os documentos necessários e siga nosso artigo para saber como declarar seu salário.

Sobre o Informe de Rendimentos

Toda empresa ou entidade pública inscrita no CNPJ deve, obrigatoriamente, fornecer ao trabalhador, todo ano, o Informe de Rendimentos do ano anterior. No documento está descrito não apenas o salário bruto, mas também descontos relativos à previdência, pensões alimentícias, IR na fonte, férias, 13º salário, entre outros.

Com esse documento, o funcionário poderá ter todas as informações para realizar a declaração do Imposto de Renda. O salário, que vem descrito no Informe, irá constar na aba “Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Jurídica” no momento em que for declarar.

Já tenho o Informe de Rendimentos. Como declarar meu salário?

Você irá preencher na declaração os valores que estão discriminados no documento recebido pelo seu empregador. Não esqueça de fornecer os dados como razão social e CNPJ da empresa. Possui mais empregadores? Preencha todos separadamente!

Na ficha, você irá notar que existem campos específicos para que você preencha com as verbas isentas ou tributadas de forma deferida. Há também uma coluna específica para informar o décimo-terceiro salário, assim, o sistema irá calcular automaticamente qual foi sua contribuição para o INSS, não precisa preencher esses dados.

O 13º salário possui a mesma forma de tributação?

Não. Ele possui uma tributação diferenciada dos demais itens – principalmente do salário – e, por isso, cria algumas dificuldades. Ele também precisa ser lançado, como explicamos anteriormente, mas deve ser transferido para o item de número 01 dentro da declaração: “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva”.

Salários e Malha fina: fique atento!

Em muitos casos, os erros no lançamento de valores salariais podem levar o contribuinte à Malha Fina. A malha fina significa que a Receita entende que há inconsistência, algo irregular na Declaração apresentada. Em alguns casos, a Receita pode enviar uma notificação pelos correios para o contribuinte, solicitando o comparecimento do mesmo a uma unidade de atendimento para apresentar documentos e esclarecimentos.

Saiba dicas de como não cair na Malha Fina.

Como é feito isso? Após a declaração, os valores são automaticamente comparados entre os que foram informados pelo contribuinte e pela empresa através do banco de dados da Receita Federal. A malha fina ocorre quando há divergências entre as partes. Nesse caso, tanto o funcionário quanto a empresa podem ser convocados.

Fazer a declaração de salário e itens informados pelo empregador é algo simples, porém sempre fique atento a todas as colunas para o preenchimento correto das informações.

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares