Powered by Rock Convert

Viajar é bom demais, não é verdade? Quem é que não gosta de embarcar no avião, ou mesmo subir as malas no porta-malas do carro e pegar a estrada? Porém, além de um bom planejamento é necessário dinheiro para poder fazer qualquer tipo de viagem. Por isso, trouxemos aqui dicas incríveis sobre como conseguir empréstimo para viajar, para que você possa desfrutar ao máximo do seu momento de lazer, sem preocupações.

Quais são os gastos de uma viagem?

Os gastos de uma viagem dependem muito do tipo de viagem que você pretende fazer. Os gastos de uma viagem de carro, por exemplo, são bem diferentes dos de uma viagem de avião, por isso, é difícil estimar os gastos de maneira genérica.

Uma viagem de avião acarreta gastos com passagens aéreas, taxas de embarque, bagagem extra se necessário, etc. Já uma viagem de carro possui gastos como combustível, manutenções preventivas no carro, pedágios, etc.

Uma viagem de ônibus possui basicamente o gasto com as passagens. No entanto, há gastos com seguro de viagem, hospedagem, acesso a pontos turísticos, translado, refeições, enfim, cujos são comuns para qualquer tipo de viagem; lembrando ainda, que em qualquer tipo de viagem sempre fazemos algumas compras.

Como conseguir empréstimo para viajar?

Há várias financeiras que já oferecem linhas de crédito exclusivas para quem pretende viajar, como Itaú, Bradesco, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Por isso, vale a pena pesquisar entre as instituições de sua confiança, quais são as taxas de juros mais atraentes para você.

Há ainda outras formas de conseguir dinheiro para a sua viagem, como o consórcio. Algumas agências de viagens oferecem essa opção, assim como a CVC, porém, é necessário que você comece a pagá-lo bem antes da data em que pretende viajar, ou seja, precisa ter um planejamento antecipado.

Portanto, se a sua viagem for emergencial, o mesmo se você não puder esperar muito para fazê-la, o empréstimo ou financiamento são as melhores opções. Inclusive, algumas instituições financeiras oferecem a facilidade de simular o seu empréstimo de viagem pelo site da instituição. Porém, vale lembrar que para fechar o empréstimo é preciso comparecer até a instituição, munido dos documentos necessários.

As instituições costumam financiar uma parte do valor total da viagem. Por isso, além de você ter algum recurso disponível e não achar que conseguirá 100% do valor com o banco; é importante estimar com coerência o valor total da viagem. Uma agência de turismo poderá te ajudar com isso. Outro ponto, é que o prazo de financiamento costuma ser de no máximo 48 meses, e a data do primeiro pagamento pode mudar conforme definição de cada instituição financeira.

No entanto, é importante ressaltar que todo empréstimo é uma dívida, e em toda dívida é preciso pagar juros. Por isso, obter um empréstimo para uma viagem costuma ser a melhor escolha quando se trata de uma viagem realmente cara, ou seja, uma viagem cujo valor você dificilmente conseguiria arcar sem obter um empréstimo, como roteiros para conhecer o mundo à fora.

Fazer um empréstimo para uma viagem de descida para o litoral, por exemplo, para a qual você teria condições de se preparar e ter o dinheiro para ir, caso planejasse melhor; pode ser um verdadeiro desperdício de dinheiro, devido aos juros que você terá de pagar.

Cuidados a serem tomados

Apesar de sempre ficarmos muito empolgados com uma viagem, é imprescindível planejá-la com cautela; principalmente no que diz respeito aos gastos. Isso porque, pode ser que com empolgação do momento, acabemos nos excedendo e injetando na viagem, um dinheiro que pode fazer falta para outros planos ou mesmo para pagamentos necessários do dia a dia.

Ou ainda, podemos acabar com dívidas exorbitantes, seja em um empréstimo, ou seja, no cartão de crédito; e isso pode acarretar muita dor de cabeça deixando más lembranças da viagem. Além disso, é preciso estimar e pensar em todos os gastos possíveis, para que não haja nenhum imprevisto durante a viagem com algo que não foi pensado e que não há dinheiro para suprir.

Portanto, aja com bom senso para não planejar mais dinheiro do que tem condições de arcar, e nem estimar uma quantia que não seja realmente o suficiente.

Antes de tudo, se planeje

O planejamento é o primeiro passo. Antes planeje toda a viagem, inclua todos os gastos como o que será gasto com as passagens, hospedagem, alimentação, transporte, turismo e compras. Com todos os gastos em mãos você tem uma noção média do quanto vai gastar e do quanto vai precisar. Agora é hora do outro planejamento, decidir se vale a pena pegar um empréstimo.

Será necessário pesquisar as ofertas de empréstimos oferecidas pelo mercado e fazer as contas para se certificar que depois você irá conseguir pagar. Seja sincero e pense se você está disposto a comprometer seu orçamento posteriormente a viagem, para pagar o empréstimo. Caso a viagem seja de extrema urgência e não possa ser anulada, o empréstimo é uma boa saída. Se você deseja muito fazer essa viagem e não tem o dinheiro suficiente, mas consegue pagar o empréstimo depois, ele pode ser uma boa opção.

Tudo vai depender da urgência e importância da viagem. Além da sua situação financeira posterior a ela, para não voltar do tempo de descanso e se amontoar em dívidas.

Decidi que vou fazer o empréstimo, e agora?

Se depois de fazer as contas e pensar sobre você decidiu fazer um empréstimo, agora é a hora de pesquisar. No mercado financeiro, muitas instituições disponibilizam diversos empréstimos com valores e taxas diferenciadas. Vale lembrar, que ao analisar uma proposta é necessário analisar o CET (Custo Efetivo Total), ou seja, o valor que você irá pagar no final do empréstimo. Esse valor inclui gastos como os juros, tributos, tarifas, seguros e taxas inclusas.

Ao analisar o CET é possível um empréstimo com juros maiores ser mais vantajoso do que um empréstimo com juros menores. Isso acontece porque o valor dos tributos, tarifas e seguros do segundo pode ser maior. Então, sempre fique atento ao CET de toda proposta analisada.

Quando você for pedir o empréstimo na instituição financeira será criado um cadastro. Depois seu nome será consultado no SPC e Serasa, para ver como está sua situação na praça. Após tudo isso ser analisado, se a resposta for positiva, seu crédito já estará disponível.

Boa viagem!

Agora que você já sabe que é possível adquirir um empréstimo para poder viajar, planeje-se e tenha momentos inesquecíveis ao lado das pessoas que você ama! E não se esqueça de fazer tudo com bastante responsabilidade, inclusive o empréstimo, para que a viagem realmente seja algo agradável de lembrar. E se você gostou das nossas dicas sobre como conseguir empréstimo para viajar, deixe os seus comentários aqui!

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares