Powered by Rock Convert

Calendário do Bolsa Família 2019 – conheça as datas e não perca seu saque

Ainda no primeiro trimestre de 2019, pode-se dizer que o ano está apenas começando. Em meio ao cenário de mudança de governo, muitas notícias circulam: algumas verídicas, outras as famosas “fake news”. Por isso, apresentaremos aqui uma breve explicação do que é o Programa Bolsa Família, além de apresentarmos o calendário oficial de saque para o ano de 2019. Ainda não sacou o benefício dos primeiros meses? Falaremos também sobre este assunto. Confira e fique bem informado.

O Programa Bolsa Família

Implementado em 2003, o Bolsa Família é um programa federal gerenciado pelo Ministério de Desenvolvimento Social (hoje, Secretaria Especial do Desenvolvimento Social).

O Bolsa Família tem com principal objetivo tirar da miséria as famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, garantindo o acesso à saúde, alimentação e educação, princípios fundamentais que devem ser garantidos a todo brasileiro, de acordo com a Constituição Federal de 1988.

O Bolsa Família tem com principal objetivo tirar da miséria as famílias em situação de pobreza e extrema pobreza

A classificação da situação familiar é a renda per capita, ou seja, a renda do grupo familiar dividida por cada membro da família. Para ser classificada como situação de extrema pobreza, é considerada a renda per capita de até R$ 85,00. Já a situação de pobreza, o valor é de até R$ 170,00. Isto significa que uma família de 6 integrantes com renda de um salário mínimo (R$ 998,00) possui renda per capita de R$ 166,33. Assim, se enquadra nos critérios para recebimento do benefício.

Como fazer parte do Bolsa Família

Se você se identificou com os critérios do programa e ainda não possui o cadastro, explicaremos como ter acesso a este benefício.

Reúna os documentos de toda a família (todos que moram no mesmo endereço) e procure o CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) de seu bairro. Se não houver, procure a Secretaria de Ação Social ou até o Setor do CadÚnico, existente em algumas cidades. Você realizará um cadastro chamado Cadastro Único, e dentro que algumas semanas, após análise federal, saberá se a família poderá receber o benefício ou não.

Em caso positivo, após aprovação, o cartão do Bolsa Família será enviado ao seu endereço, contendo um número chamado NIS (Número de Inscrição Social). Este número será da pessoa que realizou o cadastro, mas cada membro da família passará a ter este número, que poderá servir para diversas outras funções no futuro.

Já possuo o Bolsa Família, quando sacar?

Quem já é beneficiário provavelmente já sabe que há um dia certo de cada mês para realizar o saque. O dia dependerá do último número do NIS impresso no cartão Bolsa Família, e varia de acordo com cada ano.

Se você ainda não sacou nenhuma parcela de 2019, não se preocupe: ainda é possível resgatar seu saldo. O benefício fica disponível até 90 dias sem ser perdido. Veja as datas para saque durante este ano todo:

Calendário para saque do Programa Bolsa Família 2019

Para sacar seu benefício, basta dirigir-se a uma agência ou caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal, a uma lotérica ou outro estabelecimento comercial conveniado à Caixa.

Para não perder a viagem, é possível também confirmar se o benefício já está disponível pela internet ou pelo telefone. É possível baixar o aplicativo “Bolsa Família Caixa”, acessar o site da Caixa ou ainda ligar nos telefones 0800 726 0207, 0800 707 2003 ou 0800 573 0104.

Qual o valor do benefício do Bolsa Família 2019?

Algumas pessoas não compreendem porque às vezes um conhecido recebe um valor diferente do benefício. Ocorre que cada perfil de família pode receber um valor diferente. O benefício básico é de R$ 85,00, mas quando o núcleo familiar possui alguns perfis determinados entre seus integrantes, este valor pode aumentar.

Famílias com crianças e adolescentes de 0 a 15 anos recebem mais R$ 39,00 por cada um deles, somando no máximo 5 membros desta categoria.

Já quando houver alguma gestante, pode haver acréscimo de R$ 39,00 por até 9 meses. E após o nascimento do bebê, a mãe se enquadra no benefício de nutriz, que poderá durar até 6 meses.

Existe também o benefício variável jovem, no valor de R$ 42,00, para jovens de 16 e 17 anos, podendo acumular até dois membros.

Vale dizer que o cadastro deve estar sempre atualizado. Faltas à escola, deixar de levar a criança às consultas médicas e vacinação, mudança de escola ou endereço sem comunicação ao programa podem gerar o bloqueio ou até cancelamento do benefício. Além disso, a cada dois anos, a família precisa se cadastrar novamente.

Calendário do Bolsa Família 2019

Neste artigo, apresentamos o calendário do Bolsa Família 2019. Explicamos um pouco sobre o benefício, onde se cadastrar, como manter o cadastro e os valores a receber.

Se você gostou do conteúdo, compartilhe-o. Para mais conteúdos como este, continue nos acompanhando. Caso tenha ficado com alguma dúvida ou quiser compartilhar sua opinião, escreva aqui embaixo nos comentários.

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares