Author

Toro Radar

Browsing

Neste relatório você vai ficar por dentro do que aconteceu de mais importante no cenário político-econômico do Brasil e do mundo na última semana. Confira! As expectativas em relação à aprovação ou não da Reforma da Previdência agitaram o mercado nessa semana, proporcionando boas operações. Esse final de semana pode trazer novas perspectivas sobre o assunto. No cenário externo, o destaque fica para o acirramento das tensões entre os EUA e a Coréia do Norte, com o novo teste de míssil realizado pela Coreia. Além disso, a afirmação de Michael Flynn na justiça norte americana de falso testemunho ao FBI trouxe incertezas para o mercado no final dessa sexta-feira (01). .Indicadores Macroeconômicos Segundo dados da Pnad Contínua, divulgados na quinta-feira (30), o índice de desemprego no Brasil atingiu 12,2% no trimestre encerrado em outubro, queda de 0,6 ponto percentual a comparação com o trimestre anterior. A população desocupada foi calculada em 12,7…

Neste relatório você vai ficar por dentro do que aconteceu de mais importante no cenário político-econômico do Brasil e do mundo na última semana. Confira! Os destaques desta semana ficam por conta do adiamento da votação do STF para restrição do foro privilegiado. Nos EUA, a divulgação da ata do FOMC não trouxe surpresas em relação à possibilidade de elevação dos juros. A prévia da inflação oficial, medida pelo IPCA-15, ficou abaixo do piso das expectativas dos analistas do mercado. O índice desacelerou para 0,32% em novembro, de 0,36% do mês anterior. No acumulado do ano, foi registrada alta de 2,58%, menor variação para o período desde 1998. O resultado indica que há a possibilidade de corte adicional da taxa básica de juros pelo Banco Central no início do próximo ano. De acordo com previsões do Banco Central, os investimentos diretos no país (IDP) deverão registrar recuo até dezembro, fechando em US$…

Neste relatório você vai ficar por dentro do que aconteceu de mais importante no cenário político-econômico do Brasil e do mundo na última semana. Confira! No cenário doméstico, a última semana da temporada de balanços contou com os resultados de importantes empresas, como Petrobras (PETR4) e Eletrobras (ELET6). Já nos Estados Unidos, a Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que pode levar à revisão mais abrangente do sistema tributário do país. .Recuperação Econômica O Boletim Focus da semana indicou que a expectativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) expandiu, para 3,09%. Apesar da elevação, o IPCA está levemente acima do piso da inflação (3,00%) e bem abaixo do centro da meta (4,5%), vigente pelo regime de metas inflacionárias. Esse movimento abre espaço para que o Banco Central continue com o ciclo de queda na taxa de juros. .Refis Após o fim do prazo para adesão ao…

Neste relatório você vai ficar por dentro do que aconteceu de mais importante no cenário político-econômico do Brasil e do mundo na última semana. Confira! A semana no Brasil foi movimentada por assuntos como privatizações, reforma da previdência e previsão de que a inflação encerre o ano no piso da meta. Já nos EUA, o destaque da semana ficou para as notícias sobre o possível adiamento da reforma tributária para 2019. .Recuperação Econômica Henrique Meirelles, ministro da Fazenda, afirmou que a inflação encerrará o ano no piso da meta estipulado pela equipe econômica, próximo do patamar de 3% ao ano. No acumulado de 12 meses até outubro, o IPCA acelerou de 2,54% em setembro para 2,70%. Dessa forma, abre-se espaço para a queda na taxa de juros básica da economia (Selic). A produção industrial de São Paulo cresceu 3,2% no terceiro trimestre, na comparação aos três meses anteriores, acelerando o ritmo de…

Neste relatório você vai ficar por dentro do que aconteceu de mais importante no cenário político-econômico do Brasil e do mundo na última semana. Confira! Em semana marcada pela rejeição do prosseguimento da segunda denúncia contra Michel Temer na Câmara dos Deputados, o COPOM reduziu a taxa Selic em 0,75 p.p., para 7,5% ao ano. Nos Estados Unidos, o próximo presidente do Fed deve ser escolhido até a próxima sexta-feira (3) por Donald Trump e Jerome Powell tem se mostrado o candidato favorito do presidente. .Política Monetária O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central reduziu a meta da taxa Selic em 0,75 ponto percentual, para 7,5% ao ano. Desde outubro de 2016, o Banco Central vem cortando os juros básicos da economia com o objetivo de estimular o crescimento a partir do consumo. .Denúncia contra Temer A Câmara dos Deputados rejeitou a autorização para que o Supremo Tribunal Federal (STF) julgasse a…

Neste relatório você vai ficar por dentro do que aconteceu de mais importante no cenário político-econômico do Brasil e do mundo na última semana. Confira! Domesticamente, o destaque da semana foi a aprovação do parecer do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) que defende o arquivamento da denúncia contra Michel Temer. Nos Estados Unidos, o Livro Bege indicou que o emprego segue estável no país e o crescimento foi moderado na maioria dos distritos. .Indicadores econômicos O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) caiu 0,38% entre julho e agosto. A inflação apurada pelo Índice Geral de Preços – 10 (IGPA-10) subiu de 0,39% para 0,49% entre setembro e outubro, a maior taxa desde janeiro (0,88%). O IPCA-15, prévia da inflação oficial brasileira, acelerou para 0,34% em outubro, de 0,11% em setembro. O resultado ficou acima do verificado em outubro do ano passado, quando o indicador apresentou alta de 0,19%. O rendimento…

Neste relatório você vai ficar por dentro do que aconteceu de mais importante no cenário político-econômico do Brasil e do mundo na última semana. Confira! Nesta semana, o Índice Geral de preços subiu no mês de setembro. Michel Temer optou por centralizar todas as ações do governo relacionadas à companhia na coordenação da Advocacia Geral da União (AGU) sob o comando de Grace Mendonça. O presidente da Comissão Européia declarou que não quer que a Catalunha se torne independente alegando que poderia encorajar outras regiões. .Indicadores econômicos O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (GPI-DI) subiu 0,62% no mês de setembro, após a elevação de 0,24% no mês anterior. Mesmo com a alta, o indicador acumula deflação de 2,03% no ano e de 1,04% em 12 meses. Itens agrícolas e combustíveis mais caros no setor atacadista levaram ao resultado. As vendas no varejo, por sua vez, recuaram em sete das dez atividades analisadas…

Neste relatório você vai ficar por dentro do que aconteceu de mais importante no cenário político-econômico do Brasil e do mundo na última semana. Confira! A semana foi de máxima histórica para o Ibovespa, a aprovação das propostas de reforma política na Câmara e no Senado foi um dos grandes destaques. Entre outros pontos, o projeto regulamenta a distribuição do fundo eleitoral. Nos EUA, o payroll de setembro trouxe a primeira redução líquida nas vagas de trabalho desde 2010. A semana foi de máxima histórica para o Ibovespa, a aprovação das propostas de reforma política na Câmara e no Senado foi um dos grandes destaques. Entre outros pontos, o projeto regulamenta a distribuição do fundo eleitoral. Nos EUA, o payroll de setembro trouxe a primeira redução líquida nas vagas de trabalho desde 2010. .Indicadores econômicos O IPCA de setembro foi registrado em 0,16%, abaixo do valor registrado em agosto (0,19%). Em 2017,…

Neste relatório você vai ficar por dentro do que aconteceu de mais importante no cenário político-econômico do Brasil e do mundo na última semana. Confira! O cenário político continuou como destaque na semana após o presidente da CCJ afirmar que a segunda denúncia contra Temer não será analisada de forma fatiada. No cenário internacional, os investidores acompanharam o discurso de Trump sobre a reforma tributária nos EUA. .Indicadores econômicos A dívida bruta do governo geral totalizou R$ 4,768 trilhões em agosto, representando 73,7% do PIB. Entre os fatores que influenciaram os números, destaca-se as emissões de dívida e pagamento de juros que contribuíram com 0,7 p.p O Índice de Confiança do Consumidor divulgado pela FGV elevou 0,6 ponto nas passagens do mês de agosto para setembro, somando 92,8 pontos. Esse é o maior nível desde abril de 2014. O IGP-M, índice de inflação utilizado como referência para a correção de contratos imobiliários,…

Neste relatório você vai ficar por dentro do que aconteceu de mais importante no cenário político-econômico do Brasil e do mundo na última semana. Confira! A última semana foi de máxima histórica no Ibov, o principal destaque ficou por conta da aprovação do envio da segunda denúncia contra Temer à Câmara dos Deputados. Nos Estados Unidos, o Fed manteve a meta da taxa de juros na faixa de 1% e 1,25% ao ano. .Atividade econômica A última semana foi de máxima histórica no Ibov, o Relatório de Inflação do Banco Central indicou que a taxa básica de juros (Selic) seguirá em queda. O mercado trabalha com a possibilidade de a Selic cair abaixo de 7% no início do próximo ano, menor nível da história. O Banco Central aumentou a projeção para o crescimento de 2017, de 0,5% para 0,7%. Para 2018, a expectativa é que o PIB avance 2,2%. De acordo com…