Enumeramos diversos caminhos que devem ser seguidos para aumentar suas chances de se conseguir crédito 

 Estar preparado para as inúmeras exigências pedidas pelos bancos e administradoras de cartão de crédito nem sempre é uma tarefa fácil. 

Muitas das vezes, os requisitos para se conseguir uma aprovação de crédito são frutos de uma série de constrangimentos e situações incômodas. Afinal, quantos podem afirmar nunca ter passado pelo embaraço de não serem elegíveis para o crédito pretendido? 

Seja por estar com o nome sujo na praça ou mesmo por não ter renda compatível suficiente, a maioria esmagadora dos brasileiros já vivenciou tal situação.

Em um levantamento de dados, o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) revelou que 54% dos brasileiros entende como inalcançável a obtenção de crédito no Brasil*. Ou seja, mais de 100 milhões de pessoas não conseguem vencer o difícil processo de contratação de crédito no país. 

Por esta razão, este guia detalha como funciona esse percurso que leva ao alcance do objetivo traçado e quais são as formas que se pode perseguir, para que no mínimo, seja acelerado o processo de obtenção de crédito no Brasil. 

Conheça as melhores instituições financeiras para solicitação de crédito rápido

Como primeiro passo, muitas pessoas ainda olham para as instituições de forma genérica, acreditando que são todas iguais. 

Isso não é verdade, por isso vale iniciar um mapeamento sobre as condições e ofertas de determinado banco. Isso ajuda o consumidor a perceber se a instituição se encaixa no modelo de crédito que busca.

Dessa forma, uma análise profunda para saber se as linhas de financiamento que o cliente procura são, de fato, compatíveis com o banco a ser escolhido ajuda a desvendar que tipo de banco ele procura. 

Por isso, desvendar quais das instituições operam dentro do financiamento que se almeja alcançar é uma dica de ouro. Uma pesquisa minuciosa deve ser feita referente a prazos, custos e limites, pois esses serão mais que primordiais do início ao fim.

Geralmente, as pessoas costumam acreditar que quanto maior for o valor ofertado, melhores são as linhas de crédito. Entretanto, muitas instituições operam com linhas de crédito com limites bastante atraentes, justamente com o objetivo de atrair os clientes mais afoitos. 

Antes de mais nada, peça créditos ao ter certeza do seu nome limpo de dívidas.

Estar com o nome limpo é como dizer que o cliente é portador de uma boa saúde financeira, ou seja, é um indicativo de que ele é um “bom pagador”.

Assim que o consumidor tiver certeza de que seu nome não consta nos tradicionais registros de proteção ao credor, é a hora de entrar em contato com a instituição desejada. 

Do contrário, deve entrar em contato com os credores ou intermediários e renegociar. Hoje em dia são inúmeras as possibilidades de renegociação de dívidas.

Feito isto, o cliente pode solicitar ao banco desejado novas linhas de crédito. Deve-se dizer ao gerente da conta qual o objetivo buscado. É importante que se tenha foco e um objetivo claro e definido. 

Faça uso dos seus bens para dar garantia

Antes de mais nada, é recomendado ponderar a dimensão e responsabilidade dos riscos de se ter um bem alienado. 

Dito isso, é importante saber que, dentre as mais diversas opções de crédito, há aquelas que se utilizam de garantias físicas, dessa forma, é possível utilizar-se de veículos ou imóveis como garantia. 

Por isso, o cliente deve buscar criteriosamente pela modalidade que mais se encaixe no seu objetivo.   

Sempre faça a declaração de renda

O ponto crucial acerca da importância de uma declaração de renda está intimamente ligada à Declaração do Imposto de Renda. Ou seja, é determinante a entrega dentro do prazo da Receita Federal. 

Trata-se de um requisito mínimo, visto que este é o melhor caminho para que se consiga a obtenção de crédito. 

Outras maneiras localizam-se na movimentação da conta bancária, ou seja, as transações, como, por exemplo, de depósitos e pagamentos. Assim, essa também poderá ser mais uma forma de comprovação de rendimentos. 

Servidores públicos, pensionistas ou aposentados possuem uma forma mais simplificada ainda: bastam os três últimos comprovantes de recebimento de benefícios.

Tenha sempre boas referências sobre suas finanças 

Na hora de conseguir um empréstimo, as administradoras de crédito costumam entrar em contato com o passado financeiro do cliente através do cruzamento de dados para obter informações sobre todo tipo de transação realizada por ele. 

Por essa razão, o histórico financeiro do consumidor diz muito sobre ele, como, por exemplo, ser bom ou mal “pagador”. Portanto, seu nome é sinônimo do quanto se possui de crédito que deriva de credibilidade. 

Dessa forma, é importante ter em mente que cada ação positiva ou não será importante para que se possa construir um bom caminho para uma futura obtenção de crédito. 

Faça uso do Cadastro Positivo

Utilizar o cadastro positivo é uma ideia mais do que bem-vinda para os dois lados do balcão. 

Isso porque a ferramenta chegou para delimitar o estilo de pagadores através de um banco de dados que contém todos os registros e atividades financeiras de clientes. 

Portanto, a depender da forma como o cliente administra suas finanças, ele receberá prerrogativas compatíveis. Isso ajuda bastante a podar alternativas que não valham a pena para determinados perfis de consumidores.        

Faça solicitação de crédito consignado

Inicialmente, cabe esclarecer que o empréstimo consignado é disponível apenas para um determinado grupo de contribuintes. 

Entretanto, se o cliente se encaixa em um pequeno grupo de contribuintes, vale um cuidado extra, pois essa modalidade desconta parcelas junto à folha de pagamento, sem intermediários.

Faça simulação de crédito rápido e pegue rapidamente o valor sugerido

Por fim, é importante frisar que não é necessário que o cliente peça um empréstimo diretamente e arque com uma série de responsabilidades às cegas. 

Nessas horas, vale mais uma bela programação e organização prévia, portanto a palavra de ordem é “planejamento”. 

Por esta razão, existe a simulação de crédito rápido, que prevê as possibilidades de pagamentos e funcionalidades da obtenção de um empréstimo, na modalidade que for conveniente ao cliente. 

Assim, o consumidor não toma sustos durante a contratação e pode controlar suas finanças de uma forma que evite futuras dores de cabeça.

Comentários