Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

A maioria dos negócios partem de uma ideia de necessidade para suprir uma falta de dinheiro. Contudo, quando eles atingem uma certa idade e maturidade e atingem o crescimento empresarial, também demonstram que é preciso formalizar como empresa e continuar crescendo. Esse é um grande passo para um empreendedor de sucesso.

A formalização deve ser vista como um investimento consciente e necessário para que o negócio possa ser chamado oficialmente de empresa. Há inúmeras vantagens em formalizar um negócio, como o crescimento da empresa, melhores oportunidades de negócio, entre outras. Mas se você ainda tem dúvidas de como fazer isso, confira a seguir um passo a passo de como formalizar seu negócio:

1- Esteja dentro da legalidade

Esse passo é imprescindível para que você formalize seu negócio, pois não há formalização para empresas que atuam de forma ilegal. Sendo assim, você deverá conferir se todos os padrões da área em que seu negócio atua estão legalizados. Um exemplo disso é uma empresa que atua com a produção de alimentos, ela deve estar dentro dos padrões estabelecidos pela Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Para confirmar a legalidade da sua empresa você poderá consultar na prefeitura do seu município se há alguma licença em específico para que seu negócio seja formalizado. Caso haja, você deverá adquirir a licença antes de iniciar o processo de formalização.

2- Tenha os documentos necessários

Os documentos necessários para a formalização dependerão da forma como o negócio opera no mercado. Ou seja, se há a presença de sócios ou não, o ramo de atuação da empresa, entre outras características. No caso de uma sociedade, será preciso a apresentação de um documento alegando a porcentagem de ganho de cada sócio, os objetivos da empresa e os dados dos donos. Mas caso a empresa tenha apenas um dono, será preciso preencher o Requerimento de Empresário.

Powered by Rock Convert

Em ambas as situações você poderá recorrer a ajuda de um advogado para auxiliar no processo. Caso você precise preencher o Requerimento de Empresário vale lembrar que esse documento pode ser adquirido no site oficial da Junta Comercial dentro do seu estado.

3- Abra um CNPJ

O CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas – funciona como um CPF – Cadastro de Pessoa Física – específico para a sua empresa. É através desse número que a Receita Federal consegue identificar as movimentações de uma empresa. Contudo, essa não é a única funcionalidade do documento, ele serve para proporcionar maior credibilidade entre empresas e clientes, aumentando as oportunidades de negócio.

Esse documento pode ser feito através do preenchimento do DBE – Documento Básico de Entrada. Outra dica interessante é que o CNPJ agora pode ser feito através da internet no próprio site da Receita Federal, o sistema utilizado é o Coleta Web.

4- Cadastre sua empresa na Junta Comercial

Além do CNPJ, que é o cadastro das empresas, você precisará cadastrar sua empresa na Junta Comercial do seu estado (por exemplo, a Juncep para empresas do estado de São Paulo), para que você possa adquirir o NIRE – Número de Identificação do Registro de Empresas. Esse número será importante para que você possa comprovar que sua empresa existe de fato.

5- Inscreva sua empresa na Prefeitura

Outra parte importante para formalizar seu negócio é inscrever sua empresa na Inscrição Municipal. Essa inscrição exige os documentos da empresa e pode ser feita na prefeitura da sua cidade. Há ainda uma variedade nessa inscrição, que é o caso das empresas de comércio ou da indústria, que precisam ter também uma inscrição na Secretaria da Fazenda correspondente ao estado em que a empresa atuará.

Powered by Rock Convert

Comentários

Shares